Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Em plena pandemia, por vezes esqueço-me que as pessoas têm uma cara por detrás da máscara!

Ainda me conseguem arrancar uma gargalhada abafada, sempre que entram em algum local e dizem que se esqueceram da máscara. Não vá alguém dizer o contrário...

Felizmente, a distância social tem uns elásticos maiores que a máscara e nos impede de sentir um odor epidémico tão nocivo como o vírus...


(fonte da imagem: https://eu.usatoday.com/story/money/food/2020/10/14/hormel-black-label-bacon-face-masks-giveaway/3653043001/)

Uma empresa americana lançou no mercado uma máscara respirável com cheiro a bacon que garante um perfume a porco mesmo a quem tem um bafo de cavalo...

A ideia convenceu alguns americanos a começarem a usar máscara. Pelo menos até à hora do churrasco...

A distribuição do artigo tem provocado muita curiosidade, não só em humanos como em animais!
São vários os relatos de carrinhas de transporte perseguidas por multidões que salivam por meter o nariz onde... as máscaras estão embaladas!

O produto levanta muitas dúvidas entre a indústria de saúde e os consumidores.
Muitos se recusam a usar uma proteção aporcalhada que consegue mascarar completamente o cheiro a cebola e a alho...

As máscaras são reutilizáveis, mas correm sérios riscos de se tornarem descartáveis!
Depois de ingeridas, mastigadas e defecadas como paraquedas. Em queda livre para as sanitas...  

Os bebés costumam dar-se bem com a água!
Se pudessem escolher entre toalhitas perfumadas e água corrente, creio que nenhum recém-nascido ficaria indiferente às despesas mensais que os seus pais têm com fraldas...

Desde partos na banheira a mergulhos nas piscinas, desde muito pequeninas, todas as crianças acabam por se habituar a tomar banhos forçados. Entretanto, crescem e competem pelo pior odor nas axilas que só pode realmente ser medido, quando se amontoam nos transportes escolares...


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/parents-accused-child-abuse-over-22732285)

Um bebé de 6 meses é uma sensação (clara de abuso parental) no Instagram, onde aparece a fazer esqui aquático, com um sorriso de orelha a orelha. Mas levanta a sobrancelha de quem já acha perigoso dar-lhe um banho de água fria...

Segundo os pais, desde os 3 meses que se consegue manter de pé!
Desde aí, começou a trepar pelos móveis, à procura das chaves de casa...

Apesar da despesa, o custo da babycock da Chicco já começa a ser amortizado com as receitas obtidas nas redes sociais...

Os haters repudiam a negligência dos pais em colocar a segurança da criança em risco!
Os defensores desta aventura, dizem que esta criatura não chegará a precisar de tablet e smartphone, para se entreter e conseguir comer sossegado à mesa...

Com meio ano de vida, já montou uma tartaruga, brincou com cavalos e já explorou parques ecológicos.
No seu primeiro aniversário, espera-se que já consiga falar, para pedir aos seus pais para pararem com o frete, de pedinchar likes na internet...

Como são o maior grupo de risco, os idosos devem manter-se resguardados em casa, enquanto o coronavírus não decidir afastar-se da humanidade...

As bochechas das crianças deixaram de estar em risco de ruborescer. Agora que estão longe dos avós, para lhes apertar e fazer tremer até eles começarem a gritar...

Os idosos contam que o mais lhes custa no isolamento é não poder abraçar os seus netos!
Também lhes custa ficar em casa, quando gostariam de poder entrar nos transportes públicos, à hora de ponta, para encher o autocarro de perfumes e odores não classificados como pandemias...

Já não é mau poder ver as crianças pelas janelas. Mas se for possível tocar nelas, sem causar nenhum perigo, então o jazigo que espere pela próxima vaga...


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/mum-comes-up-heartwarming-idea-22025249)

Uma mãe teve uma ideia plastificada, em que os avós podem abraçar os seus netos e serem apenas contagiados com uma doença que só o amor pode curar...

Colocou 2 manguitos de plástico, devidamente isolados numa porta que dá acesso ao exterior e transporta os abraços dos meninos para o seu interior...


Alguns vizinhos meus já utilizam, há alguns anos, uma técnica similar nas janelas. Embora eu desconfie que só o façam para não terem de substituir os vidros partidos...

As crianças não se importam com o facto de terem de esfregar a cara numa cortina de plástico.
Mas ficam um nadinha tristes de não poderem sentir nas mãos dos avós, uma notinha dobrada em papel...

O cão da minha vizinha ladra-me sempre que passo por ele!
Já lhe tentei fazer umas festas. Não correu bem, fiquei com um trabalho de manicure digno de uma quarentena...

O faro destes animais é extraordinário!
Conseguem detetar fenómenos impercetíveis aos humanos. Entre elas, destacam-se o sedentarismo dos donos...


(fonte da imagem: https://www.msn.com/en-gb/news/offbeat/can-dogs-detect-covid-19-canines-in-training-to-sniff-out-virus/ar-BB1331lm)

Já decorrem treinos intensivos com algumas raças de cães que poderão detetar o coronavírus em humanos! Antes de evidenciarem sintomas como febre, tosse ou uma súbita vontade de sair à rua por nenhum motivo aparente...

O projeto inglês pretende colocar cães treinados, nos transportes públicos. Não confundir com aqueles animais que cheiram a cavalo, mas são os únicos que não se apercebem...

O treino atual passa por cheirar amostras de Covid-19, em troco de uma gratificação comestível.
Se o plano tiver bons resultados com humanos, os agentes coruninos poderão ser recompensados com horários alargados, para poderem cheirar traseiros e agregados...

Claro que o canito não está mascarado de grelha de automóvel! Então?
É óbvio que aquilo não é a sua casota e, como todos já devíamos saber, os gatos é que gostam de se aquecer nos motores dos carros. Por isso é devemos bater no capot -só do nosso automóvel- para alertar os animais que vamos voltar a poluir a atmosfera só porque é mais confortável usar o nosso próprio meio de transporte...


(fonte da imagem: https://www.autoblog.com/2019/10/30/dog-hit-by-car-found-alive-in-grille/?guce_referrer=aHR0cHM6Ly93d3cuZ29vZ2xlLnB0Lw&guce_referrer_sig=AQAAAIBGn92oZeqqjswsZY_z4rgUnSFhjIUSd3CQGZ-dkmRr1Z4qdYGiixsrypVS0QhW_ZipBkd6atYm3vV2kEgG8l8SGpIzf2BE5B8wpLU6fN_qMhvJpl7unvkHMEku7PHi1SynIeVN-wulTKVjhegFc_U4PE3iNFLDlnQlUiMGXAtt&guccounter=2)

O Coco foi atropelado e ficou entalado durante uma viagem de 45 minutos! Só partiu alguns ossos e já confessou à CMTV que prefere viajar no banco de trás...

O condutor apercebeu-se do embate, saiu do carro e apenas verificou que a parte frontal tinha danos menores, não se apercebendo da boleia desconfortável. Será que ele algum vez reparou que a estrada tem sinais de trânsito e semáforos coloridos???