Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos


(fonte da imagem: https://hauterrfly.com/lifestyle/this-man-married-the-same-woman-four-times-and-divorced-her-three-times-to-get-extended-paid-leave/)

Um noivo doido de Taiwan, casou 4 vezes e divorciou-se apenas 3 da mesma mulher, no mesmo mês, com licença de vencimento até ao próximo casamento...

O homem trabalha num banco e para espanto dos seus patrões, deu 4 lições de como fechar bons negócios com a conta-corrente sempre em aberto...

A entidade patronal apenas lhe concedeu os dias do primeiro casamento, mas foi obrigada a pagar-lhe os restantes dias depois do tribunal reconhecer que casar 4 vezes com a mesma mulher dever-lhe-ia dar já uma merecida reforma antecipada...

O recurso em tribunal ainda não deu razão ao banco que alega falta de ética e abuso do sistema!
As primeiras investigações sobre o caso, que começaram por inspecionar as transferências da empresa, deram à procuradoria nova certeza que o casamento é o menos importante neste caso...

Os amigos do casal já contestaram a legalidade da decisão, pois não querem gastar mais um tostão em roupas e prendas para o próximo casório...

Até o padre da freguesia se recusa a celebrar nova missa e é forçado a discordar da justiça, com a premissa que vários convidados já acampam na igreja e vão à sacristia para fazer a sua higiene pessoal...

Pouco que sabe sobre a ocupação da noiva recém-divorciada, até à próxima semana...
Calcula-se que passe os dias à espera do fim de semana para fazer a mala e tirar o vestido de noiva da corda de secar a roupa...

Desconhece-se se há nova lua de mel, cada vez que se casam, ou se já ficam de papo ao sol, na varanda de casa, sem obrigatoriedade de regressar ao teletrabalho... 

O aumento das adoções de animais de estimação, foi o único bom aumento que ouvimos falar durante a primeira vaga da pandemia...
Nesta segunda vaga, entre o fim do lay-off e o regresso ao teletrabalho, há menos um galho a ser ocupado pelo bichinho que tanto carinho nos trouxe e nada levou consigo...

O abandono de animais voltou a crescer no final do ano e a chegada da vacina não trará a imunidade de inumanidade sazonal, proporcional à conveniência do Natal...


(fonte da imagem: https://torontosun.com/news/weird/rescue-cats-don-santa-suits-for-purrfect-korean-christmas)

Um café, na Coreia do Sul, resgata gatos abandonados para (n)os manter ocupados, onde nesta altura do ano são fardados a rigor para receberem os poucos clientes que procuram o amor felino fora do aconchego do lar... 

O café tem cerca de 130 gatos que não respeitam a distância de segurança, entre o colo e a pança dos clientes mais exigentes de calor e mimo...

Os clientes estão autorizados a alimentar os animais, desde que façam despesa suficiente para darem alimento ao proprietário e funcionários do estabelecimento...

Existem vários letreiros a avisar que os chocolates de decoração apenas se encontram junto às árvores de Natal e não estão espalhados nas caixas de areia...

A clientela habitual rondava as 100 pessoas diárias, mas com a pandemia, o número desceu para cerca de 30. Os clientes resistentes, preferem sair do café com a roupa cheia de pelo do que com os ouvidos cheios de conselhos de epidemiologistas amadores... 

O teletrabalho é uma atual alternativa para ganhar a vida e esperar pela sorte...

A pior parte são as reuniões de videoconferência, em que somos obrigados a manter a decência.
Pelo menos, da cinta para cima...

O melhor lado é não sentir o olfato, dum perfume barato ou de um hálito que carece de distância de segurança de fio a... bafio!


(fonte da imagem: https://life.shared.com/boss-accidentally-turned-herself-into-a-potato-during-a-video-meeting-and-couldnt-fix-it)

Uma diretora amadora no Zoom, transformou-se numa batata e, a parte mais chata, foi não saber desligar o filtro até ao fim da videoconferência...

Os colegas ainda tentaram reverter a situação, mas como não a conseguiram 'descozer', tiveram de optar pela batata a murro...

A chefe batatinha sabia que ia estar frita, assim que o vídeo fosse parar às redes sociais!

Até porque a última vez que isso aconteceu, aparecia toda descascada, no quarto, com o seu marido...