Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Os bebés costumam dar-se bem com a água!
Se pudessem escolher entre toalhitas perfumadas e água corrente, creio que nenhum recém-nascido ficaria indiferente às despesas mensais que os seus pais têm com fraldas...

Desde partos na banheira a mergulhos nas piscinas, desde muito pequeninas, todas as crianças acabam por se habituar a tomar banhos forçados. Entretanto, crescem e competem pelo pior odor nas axilas que só pode realmente ser medido, quando se amontoam nos transportes escolares...


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/parents-accused-child-abuse-over-22732285)

Um bebé de 6 meses é uma sensação (clara de abuso parental) no Instagram, onde aparece a fazer esqui aquático, com um sorriso de orelha a orelha. Mas levanta a sobrancelha de quem já acha perigoso dar-lhe um banho de água fria...

Segundo os pais, desde os 3 meses que se consegue manter de pé!
Desde aí, começou a trepar pelos móveis, à procura das chaves de casa...

Apesar da despesa, o custo da babycock da Chicco já começa a ser amortizado com as receitas obtidas nas redes sociais...

Os haters repudiam a negligência dos pais em colocar a segurança da criança em risco!
Os defensores desta aventura, dizem que esta criatura não chegará a precisar de tablet e smartphone, para se entreter e conseguir comer sossegado à mesa...

Com meio ano de vida, já montou uma tartaruga, brincou com cavalos e já explorou parques ecológicos.
No seu primeiro aniversário, espera-se que já consiga falar, para pedir aos seus pais para pararem com o frete, de pedinchar likes na internet...

O panda é um animal adorado por toda a gente. Todavia, desde que se juntou aos Caricas, passou a ser menos adorado pelos pais que já não têm paciência/carteira para o ver ao vivo, nem sequer em cativeiro: preso em televisões, telemóveis e tablets assistentes de refeição...

Uma casa de animais chinesa decidiu explorar o conceito do verdadeiro panda, ao pintar cães de forma a que pareçam o animal mais querido da humanidade...


(fonte da imagem: https://canoe.com/news/weird/chinese-cafe-dyes-dogs-to-look-like-pandas)

Por cerca de 280 dólares, o cliente pode pintar o seu cão e sujar a pintura toda, ao sujeitar o seu bichinho de estimação a um capricho que nem é de bicho...

O pintor iluminado que teve esta ideia, declarou que a tinta não faz mal aos animais. Não obstante, só para atestar a veracidade das suas afirmações, acho ele que deveria beber umas latinhas dos produtos e colocar um aviso na sanita do seu salão, com a indicação: Pintado de Fresco!

Os brinquedos de criança são cada vez mais pormenorizados e há uma premente necessidade de controlo e fiscalização apertadas. É o único motivo pelo qual os filhos têm tablets iguais aos dos pais...

 

Diversas polémicas nasceram a partir da fisionomia dos Nenucos, das Barbies e até de algumas bonecas insufláveis que prometiam mais orifícios do que os realmente têm. Só soube deste facto pela pesquisa que fiz, longe de mim ter de dar à bomba só para encher/desencher bonecas/balões!

 

HD Brinquedo de Leão com genitais.jpg

(fonte da imagem: https://www.thesun.co.uk/fabulous/8454323/mum-lion-toy-willy-son-ban/)

 

Uma mãe australiana ficou chocada depois de a sua filha ter constatado que um dos brinquedos tinha um pénis -igual ao do seu marido- em miniatura debaixo da cauda...

 

Estarão as crianças de 5 anos preparadas para saber que os animais também têm pilinhas e pipis e muito raramente ambos?
Conseguir explicar a uma criança que os bonecos de bébes reais têm genitais não é bem a mesma coisa que fazê-los entender que muitos animais nascem sem o consentimento dos seus pais e que o planeamento familiar na selva é um pouco como o incentivo à natalidade. Existe, mas não funciona...

As crianças precisam de brincar no exterior. Os adultos têm de deixar as crianças brincar cá fora, sem tablet, smartphone ou qualquer outro dispositivo que precise de ser ligado à corrente elétrica...

 

Quando isto não acontece, por vezes surge a necessidade de uma terapia de choque que pode conduzir as crianças a um caminho que envolve assistência hospitalar, por trespassar propriedade alheia... cheia de os aturar!

 

HD Cerca eletrificada para afastar crianças.jpg

(fonte da imagem: https://wtkr.com/2018/09/04/man-erects-electrified-fence-to-keep-students-at-bus-stop-off-his-lawn/ 

 

Este queimado, cansado de apanhar lixo e tolerar cada capricho de estudantes que aguardam a chegada do autocarro, ergueu uma cerca eletrificada para manter a sua relva imaculada...

 

Apesar do perigo público, os vizinhos já comprovaram que a potência da descarga é insuficiente pois demora cerca de uma hora para grelhar espetadas de leitão e bifinhos de lombo...