Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos


(fonte da imagem: https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/2021/06/14/chefe-da-maior-familia-do-mundo-morre-aos-76-anos)

Ziona Chana, famoso patriarca indiano, faleceu ao fim de 76 anos, a constituir a maior família do mundo, com 39 esposas, 94 filhos, 33 netos e mais alguns números por confirmar...

Era líder de uma seita cristã que defendia a poligamia para agradecer a Deus e complicar a vida da Segurança Social local...

Casou pela primeira vez anos 17 anos e chegou a casar com 10 mulheres num ano!
Fã de Quim Barreiros, ria-se sempre que ouvia a música "Qual é o melhor dia para casar?"

A família de 167 membros, vivia toda na mesma casa e sempre que as mulheres tentavam convocar a malta toda para o almoço, já eram horas de jantar...

A monumental casa de 4 andares, pintada de cor de rosa, assemelha-se a um bairro social.
Com a diferença que toda a roupa esticada nas cordas pertence à mesma família. Apenas muda de dono, quando já não serve a quem vai crescendo ou vai caindo e desaparecendo no andar de baixo...

Gabava-se de estar sempre acompanhado de pelos menos 8 mulheres!
Mas elas não lhe faziam o trabalho todo. Ele garantiu, em várias entrevistas, que era o único responsável por assegurar a manutenção das braguilhas de todas as calças...

Em 2018, a sua história deu origem a um documentário de longa duração.
O filme tem apenas uma hora, mas o genérico final nunca mais acaba...

Segundo a sua crença religiosa, o fim do mundo estava eminente e apenas os eleitos se iriam salvar. Desconhece-se se houve alguma votação recente, mas tudo indica que Deus colocou uma cruz no seu nome e introduziu-o numa urna...


(fonte da imagem: https://torontosun.com/news/weird/georgia-man-leaves-job-gets-final-paycheque-in-oily-pennies)

Um homem despediu-se do seu trabalho e o seu novo trabalho é limpar as 90.000 moedas gordurosas que o seu patrão despejou à entrada da sua casa, como pagamento para a sua saída...

Em cima do monte de cêntimos, estava um bilhete com um insulto gratuito, sem despesas em desengordurantes...

Não existe nenhuma lei que impede o empregador de pagar o reembolso em moedas!
Também não deveria existir nenhum patrão que conte cada tostão como se fosse o único...

Toda a cidade está solidária com a tarefa inglória de limpeza que terá pela frente... e por trás!
Menos os arrumadores da zona que não conseguem parar de lhe perguntar, se não tem uma moeda a mais que possa dispensar...

Os milhares de moedas untadas equivalem a 915 dólares!
Demora cerca de 2 horas a limpar cerca de 5 dólares. Por isso, para tirar o óleo a todas as moedas, precisará de cerca de 50 anos de descontos para a segurança social...

Foi um despedimento com justa pausa, dado que o trabalhador tinha de sair mais cedo para ir buscar a sua filha ao centro de dia, antes do final da tarde...

O moedinhas revelou à imprensa local que a moeda tem duas faces!
Questionado se iria levar a cabo alguma espécie de vingança, esclareceu que apenas fez esse comentário porque precisa de esfregar escrupulosamente os 2 lados das moedas...

O desempregado diz que o mais importante é ter o dinheiro do seu lado!
"Mais vale um ser dono de uma moeda, do que ser escravo de duas..." toneladas oleadas!

Semana de início de aulas. A incerteza da colocação dos professores e a certeza do regresso das dores de cabeça. Engarrafamentos nas estradas e carteiras descongestionadas...

Uma professora deu à luz na beira do passeio em frente à escola onde leciona e rapidamente toda a zona foi o centro do recreio para os alunos que ainda estão a aprender a brincar aos médicos...


(fonte da imagem: https://www.dailymail.co.uk/news/article-7440629/Sixth-grade-teacher-gives-birth-sidewalk-outside-Denver-middle-school.html)

Acordou de manhã com contrações, mas não deu muita importância, uma vez que já estava habituada a tê-las sempre que recebia os e-mails da Fenprof local...

Quando os bombeiros chegaram ao local, já a mangueira umbilical tinha sido cortada por uma tesoura sem pontas, num saudável ajuste de contas entre a natalidade e segurança social...

Sempre que tenho de cortar o cabelo, com um barbeiro diferente, fico relutante e raramente confiante que irei permanecer com ambas as orelhas! A última vez que isso aconteceu, foi com um adolescente imberbe e borbulhento que -por ser o filho do barbeiro- não se lhe pode negar a oportunidade de nos marcar para a eternidade... 

 

A filha de um barbeiro de apenas 7 anos já domina a arte de cortar cabelo e manuseia as tesouras tal como um talhante o faz com o cutelo...

 

HD Menina barbeira de 7 anos de idade.jpg

(fonte da imagem: https://www.upi.com/Odd_News/2019/01/18/Seven-year-old-barber-draws-attention-at-Houston-shop/1021547827085/?rc_fifo=1)

 

Desde criança (mais nova, tipo meses, talvez um ano ou dois...) que observava minuciosamente o trabalho do pai e não tardou em deixar de fazer marrafas às Barbies para se aventurar a tosquiar o cabelinho a Kens de carne e osso...

 

Nenhum cliente se queixou do trabalho e ninguém se corta de ser atendido pela Pequena Barbeira.
Só a Segurança Social daquela cidade anda a cortar no controlo do trabalho infantil...

Na política, ouvir falar de limpezas adquire um sentido figurativo comparado à cegueira da justiça, à sustentabilidade da segurança social ou à reforma antecipada da educação!

Mas, como esta mancha não foi feita no chão da nossa terra, não vamos meter a esfregona numa água demasiado conspurcada para dar brilho ao pavimento...

 

HD Primeiro ministro, depois empregado de limpeza.

(fonte da imagem: https://www.truecolumn.com/viral-video-of-dutch-pm-mark-rutte-cleaning-up-floor-after-spilling-coffee-accidently-in-parliament/)

 

O primeiro-ministro holandês derramou café no chão e pegou na esfregona para limpar a sujeira que fez... antes de acabar o mandato!

 

Poderá ter sido uma estratégia de autopromoção, mas não devemos afastar a hipótese verosímil de ser uma contínua reavaliação do programa Novas Oportunidades (isto ainda existe?/é assim que se chama?)