Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Voltar a um restaurante depois da quarentena é como comer uma sopa amena!
Sabe bem, mas não aquece e ninguém esquece o preço que já pagou por ela...

Os restaurantes mais pequenos, limitados a metade da lotação, fazem questão de manter as portas abertas e as contas incertas de quem outrora se lamentava de trabalhar fora de horas...

As esplanadas conseguem encher, com as temperaturas mais convidativas da estação.
Já as mesas lá do fundo, onde o sol não brilha, são a ilha deserta que apenas desperta a curiosidade de quem não quer pagar taxas de turismo e de cinismo...

Pior estão os países em que os restaurantes só estão autorizados a servir para fora, aqueles clientes que nem têm dentes para trincar qualquer coisita fora da sua própria casa...


(fonte da imagem: https://www.reuters.com/article/us-health-coronavirus-russia-naked-chefs/russian-chefs-in-naked-lockdown-protest-after-virus-strips-them-of-income-idUSKBN23G1J6)

Donos, empregados e chefs na Rússia, posaram parcialmente despidos, em protesto contra o adiamento sucessivo da reabertura de restaurantes e dos cordões das suas bolsas...

A hashtag que seguram no cartaz, significa que eu não percebo (nada de russo) porque é que a enfermeira barbuda não emprestou o seu top ao menino da esquerda com as maminhas grandes...

O governo russo já comunicou uma data para abertura de restaurantes que possuam esplanadas ou terraços. Quantos aos espaços fechados, terão de aguardar até que alguém os feche em 4 tábuas e os enterre sem qualquer cerimónia fúnebre...

Como em todos os protestos, foram registados casos de manifestantes de extrema alegria e vigor, feliz e devidamente tapados pela faixa com aquelas letras todas manhosas...

A iniciativa pretende demonstrar que os trabalhadores do sector estão praticamente nus.
Também consegue comprovar que os clientes apreciam que os empregados vistam o máximo de roupa possível...

As condições de trabalho que os profissionais de saúde se sujeitam são ligeiramente diferentes daquelas que os cidadãos revoltados se queixam, por ter de usar uma máscara desconfortável...

O equipamento de proteção, causa queimaduras e cortes na face!
Apanhar sol, na praia, no período de lay-off, somente provoca cortes no salário...

Outra reclamação da população é a dificuldade em reconhecer as caras de amigos e conhecidos, em plena via pública. O que é compreensível e quase tão penoso como um enfermeiro ou um médico, voltar a casa ao fim de 3 meses e não ser reconhecido pelos seus filhos recém-nascidos...

A nossa formação intensiva em epidemiologia, durante o confinamento recente, não mencionou que existe um fato de proteção médico demasiado transparente...


(fonte da imagem: https://www.thesun.co.uk/news/11664509/russian-nurse-lingerie-transparent-ppe/)

Uma enfermeira russa foi suspensa por utilizar um fato transparente que não a protegeu de nenhum olhar inocente para a sua roupa interior atraente...

Segundo a enfermeira, a proteção completa de vinil era muito quente e não lhe ocorreu que era possível ver a sua lingerie através dum fato transparente...!


A profissional chegou a reportar novos sintomas do Covid-19. Vários doentes seus, padeciam de ininterrupta visão turva e de um salivar constante...

Apesar da ação disciplinar, nenhum utente fez queixa da indumentária alternativa!
Testemunhos de vários doentes infetados, são tão consistentes como as suas febres persistentes e uma impossibilidade anatómica de se poderem deitar de barriga para baixo...

Todavia, o número de recuperados da ala onde trabalha é bastante inferior aos restantes blocos, onde os pacientes apenas podem ficar a olhar para a televisão...

A escassez de material médico durante a pandemia do Covid-19, acarrega uma maior responsabilidade para quem possui máscaras cirúrgicas, sem a devida formação médica...

Apesar de alguns casais apenas se aperceberem da beleza dos companheiros, quando têm a máscara posta, a pele até tosta quando não sabemos manusear o latex numa aposta...


(fonte da imagem: https://www.latestly.com/social-viral/yulia-ushakova-russian-instagram-influencer-wears-bikini-made-of-medical-masks-gets-trolled-online-for-insensitive-behaviour-view-pic-1630874.html)

Yulia Ushakova é uma influencer da Rússia que perdeu toda a sua astúcia ao posar com um bikini feito com máscaras de proteção para as suas zonas de menor constipação... 


Um post idiota, no Instagram, foi o suficiente para usar repelente, de modo afastar milhões de espirros e tossidelas. Mesmo dos seus seguidores mais fervorosos...

Não havia qualquer necessidade de estragar material fucral no tratamento do coronavirus!
Dei-me ao trabalho inglório de vasculhar o seu perfil nas redes sociais e posso afirmar que esta não é a única foto em que me dá vontade de lhe arrancar o bikini...

Aparentemente os russos não sorriem. Sóbrios, assumo que não...
Por isso, para receberem mais de um milhão de turistas, foram treinados (larga a vodka, lindo menino...) para mostrar os dentinhos de leite e de ouro todos aos visitantes de bolsos cheios!

 

HD Trabalhadores russos ensinados a sorrir para re

(fonte da imagem: http://unbelievablefactsblog.com/post/123739530743/when-mcdonalds-set-up-its-first-outlets-in-soviet)

 

Não é o primeiro workshop de arreganhar a tacha que os russos branqueiam!
Sim, é o que diz na foto. Esqueçam o Mac, o futebol é o snack da época...

 

Logo, caso pensem em apoiar presencialmente a nossa seleção, não estranhem se alguém vos perguntar como é que têm dinheiro para essa vida comprovar que os russos até são prudentes... 

Sabendo de antemão as hipóteses que a sua seleção tem de ganhar o mundial da Rússia, a federação argentina decidiu concentrar as suas oportunidades em marcar noutras balizas...

 

HD Federação argentina ensina a arte da seduçã

(fonte da imagem: http://www.abc.net.au/news/2018-05-17/argentina-world-cup-training-manual-how-to-flirt-russian-women/9769980)

 

Um guia prático dirigido a todos os jogadores e adeptos argentinos, mostra como seduzir as mulheres russas e pontuar fora de casa...

 

 

Este memorando já foi entretanto apagado depois de uma onda de condenação no país que se gaba de ter boas vaquinhas na terra, mas que não respiram buenos aires...