Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

As consultas médicas por telefone vieram para ficar!
Pelo menos, enquanto as taxas moderadoras forem mais económicas que o preço da mensalidade das telecomunicações...

Ser consultado sem ter o olhar atento do médico pode ser estranho!
Principalmente, para quem nunca reparou que os médicos têm a nossa foto na ficha médica. Daí não terem necessidade de desviar o olhar do monitor do computador...

A minha última consulta médica por telefone, ainda durante a quarentena, deixou-me com plena confiança no SNS. Só um profissional de saúde seria capaz de me ligar, a perguntar se estava bem...


(fonte da imagem: https://www.dailystar.co.uk/news/weird-news/hospitals-could-soon-diagnose-heart-22568676)

Os hospitais conseguirão, brevemente, detetar doenças cardíacas através de selfies que os pacientes poderão enviar, juntamente com uma descrição patética que já ninguém tem paciência para ler...

Um algoritmo avançado será utilizado para medir alguns desvios sintomáticos na face dos doentes e conseguir concluir se padecem de alguma forma de insuficiência cardíaca.
Enquanto a fase de testes não está concluída, somente é possível inferir se a pessoa está mais feia e enrugada que na memória do Facebook de anos passados...

De momento, pela análise duma selfie, os médicos apenas conseguem determinar que os pacientes têm muita falta de atenção e excesso de tempo livre...

O eletrocardiograma será em breve extinto e reduzirá abruptamente as consultas presenciais de doentes que teimavam sentir-se mal várias vezes ao ano, para poderem ser barrados com aquele gel gelado e ser-lhe aplicadas ventosas que doem um bocadinho ao descolar da pele... 

A vívida memória do confinamento ainda nos assola o pensamento!
Estar em casa para tentar esquecer o que poderíamos estar a fazer, não é uma ideia saudável.
Pelo menos, para quem precisa de sustentar os vícios da alimentação, alojamento e pagamento de contas, a prazo vitalício...

Alguns estilos de vida abraçaram a quarentena como uma travesseira amena. Quando aquece em demasia é voltada do avesso e continua a ser o confesso mais ergonómico...

A maioria encarou-o como uma experiência forçada, ainda assim remunerada por um lay-off subcontratado por um rendimento mínimo de um expoente máximo...


(fonte da imagem: https://www.albawaba.com/editors-choice/german-university-paying-grants-1900-doing-nothing-1375823)

Uma universidade alemã não parece lá muito sã, ao lançar com concurso que remunera participantes disponíveis para fazer o menos possível, durante o tempo que quiserem...

Poderíamos facilmente dizer que o mesmo já acontece com as bolsas que são atribuídas a estudantes diletantes. Seria errado, pois, a capacidade de deslocação entre casa e escola, tem de ser premiada com um par de livros na sacola...

Os concorrentes têm de fazer a candidatura, explicando pormenorizadamente, como pretendem receber os 1.900 dólares sem fazer nada por isso. Ou seja, dá mais trabalho pensar na ideia do que propriamente pô-la em prática...

Para além de todos os desempregados do país, calcula-se que o número de candidaturas pode superar os votos das legislaturas do ano passado...

A quarentena inspirou muitos padeiros amadores a cozer o pão que o Coronavírus amassou...

Várias receitas de pão caseiro mostraram que, com algum trabalho e pouco dinheiro, é possível comer mais saudável e fazer dieta de creme de pasteleiro...

Padarias e pastelarias voltaram a seduzir novamente os clientes que passaram a conhecer os ingredientes que não podem entrar no forno doméstico, pois provocam obesidade em porta-moedas e carteiras quentes...

O aproveitamento de recursos considerados inúteis nunca esteve tão à tona!
Não só se poupa água nas descargas, como se canaliza o que se remata para o interior das balizas brancas...


(fonte da imagem: https://nypost.com/2020/07/08/baker-uses-female-urine-to-make-goldilocks-bread/)

Uma padeira francesa consegue poupar à grande, com a certeza de utilizar urina feminina para fertilizar o trigo usado no fabrico de pão de amarelada coloração...

A urina provém diretamente de um urinol público de Paris, especialmente concebido para separar o trigo do joio. Ou seja, nesta casa de banho amiga, apenas é possível esvaziar a bexiga...

Não há provas científicas como a urina pode afetar o sabor do pão!
Mesmo assim, muitos clientes ainda fazem questão de saber se o padeiro lava as mãos... antes e depois de esticar a respetiva baguete!

Como a urina contém nitrogénio, pode ser aplicada na indústria da panificação!
Para além da vertente ecológica, também traz muitos benefícios na produtividade, uma vez que reduz drasticamente as pausas dos funcionários para ir à casa de banho...

A pandemia do Covid-19 pode ter sido a desculpa perfeita para não ir ao ginásio, durante a quarentena!

Agora que fomos convidados a voltar ao normal, lá teremos de arranjar novos motivos, para continuarmos vivos, obesos e sedentários...

Fazer exercício em casa é uma alternativa saudável! Embora requeira uma enorme disciplina e total concentração em manter uma distância magnética do frigorífico e uma proximidade suada do botão de criar stories no Instagram...

Também existe a opção de vestir a t-shirt e o calção, para fazer jogging no parque. A maior dificuldade consiste em escolher o dia que não esteja frio, quente ou com muita gente que pense da mesma maneira...


(fonte da imagem: https://edition.cnn.com/2020/06/17/us/coronavirus-workout-california-gym-trnd/index.html)

Um ginásio na Califórnia reabriu com um conceito de cubículo a preceito, onde o cliente fica isolado e protegido do vizinho que respira e sua no seu próprio ninho...

O uso de máscara durante o treino revelou-se asfixiante e a maioria dos utilizadores recusou-se a usá-la por não saber correr, saltar e puxar ferro, sem pôr a língua de fora...

A proteção plastificada convenceu quase todos os sócios do ginásio a voltar ao ativo!
Apenas uma pequena minoria não concorda com a ideia de treinar, sem a possibilidade de se cruzar com outras pessoas que possam cheirar o fruto do seu duro trabalho...

Cada cubículo dispõe de todos os pesos e máquinas necessárias, para queimar aquelas calorias que foram ingeridas naqueles dias em que toda a vida era um abafado cubículo...

O espaço individual reservado a cada cliente é perfeitamente arejado, de modo que não haja confusão entre a sala de exercícios e a sauna do ginásio...

A desobediência ao confinamento tem aumentado significativamente!
Durante as semanas de quarentena, muitos já questionam se valerá a pena, ficar em casa, confortável e aguardar pelo fim da cena do próximo filme...

O crime de desobediência à propagação da doença pode ir até 2 anos de prisão.
Os números da pandemia confirmam que o confinamento entre 4 tábuas pode ir até ao fundo da cova...

Como a prisão não consegue demover os covidiotas de tossir fora de portas, já foram implementadas novas medidas que conseguem agarrar a atenção de quem foge à instrução...


(fonte da imagem: https://nypost.com/2020/04/28/indian-cops-using-tongs-to-nab-people-breaking-coronavirus-lockdown/)

A polícia na Índia tem mais uma ferramenta de proteção para combater a pandemia.
É uma língua em gancho que consegue imobilizar o infrator sem precisar de sentir o seu odor...

O dispositivo ferranchal tem cerca de metro e meio de comprimento e evita que o agente policial tenha de tocar nos suspeitos e possa usar apenas as algemas para apimentar a quarentena com a sua esposa...

Depois do capacete corona, da viatura covid, é o gancho coronista a resolver todos os problemas, sem necessidade de qualquer revista...

Milhares de indianos já se insurgiram contra este atentado aos direitos humanos!
Até o gado é melhor tratado e inclusive é adorado...

Vários detidos relataram a sua experiência traumática com o enganchamento.
A maior parte confessou que já teve horríveis pesadelos. Apenas comparáveis com os momentos de terror que sofrem sempre que as suas mulheres usam uma pinça para lhes arranjar a monocelha...