Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Uma mulher que participou num estudo científico com golfinhos, nos anos 60, admitiu ter chapinado com um deles, até ele parar de guinchar...

A revelação foi feita no documentário 'The Girl Who Talked to Dolphins', traduzido para português 'A Rapariga Que Acariciava o Golfinho'...

O objetivo do estudo era juntar humanos e golfinhos por longos períodos.
Claro que um período de 5 dias, já é o suficiente para um golfinho perceber que chega bem passar um fim de semana no Zoomarine...

O fim da experiência aconteceu após suspeitas de LSD ter sido dado aos golfinhos.
Talvez fosse a única forma destes mamíferos poderem coabitar connosco, num mundo colorido...

Um dos testes passava por ensinar inglês aos animais!
A única palavra que o golfinho aprendeu e não parou de repetir foi 'Yes, (oh) yes. YES!

A experiência foi um sucesso em esguicho e criaram-se conexões intensas!
O golfinho Peter também criou uma barbatana que ele nem sabia ter...

Margaret Howe Lovatt tinha apenas 20 anos, mas uma grande experiência em afagar golfinhos!
Segundo ela, o comportamento sexual foi só da parte dele. Ela somente se deixou levar e aguardar pelo movimento 'Me Too' para o condenar a uma banheira minúscula...

A descrição sobre os avanços do golfinho, menciona apenas que ele se esfregou nas suas mãos, pernas e joelhos. Infelizmente, não tenho formação em Biologia Marinha, senão ficaria a pensar que ele só lhe pedia de comer...

Quando foram separados, o Peter ficou com o coração partido, a barbatana flácida e suicidou-se!
O suicídio em golfinhos é bastante frequente e a sua causa ainda está por explicar.
Suspeita-se que os mamíferos revelam tendências depressivas, sempre que põem a cabeça fora de água e observam os humanos a mergulhar nas praias...

(fonte da imagem: https://www.ladbible.com/news/animals-woman-admits-sexual-experience-with-dolphin-as-part-of-nasa-study-20210918)