Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

As consultas médicas por telefone vieram para ficar!
Pelo menos, enquanto as taxas moderadoras forem mais económicas que o preço da mensalidade das telecomunicações...

Ser consultado sem ter o olhar atento do médico pode ser estranho!
Principalmente, para quem nunca reparou que os médicos têm a nossa foto na ficha médica. Daí não terem necessidade de desviar o olhar do monitor do computador...

A minha última consulta médica por telefone, ainda durante a quarentena, deixou-me com plena confiança no SNS. Só um profissional de saúde seria capaz de me ligar, a perguntar se estava bem...


(fonte da imagem: https://www.dailystar.co.uk/news/weird-news/hospitals-could-soon-diagnose-heart-22568676)

Os hospitais conseguirão, brevemente, detetar doenças cardíacas através de selfies que os pacientes poderão enviar, juntamente com uma descrição patética que já ninguém tem paciência para ler...

Um algoritmo avançado será utilizado para medir alguns desvios sintomáticos na face dos doentes e conseguir concluir se padecem de alguma forma de insuficiência cardíaca.
Enquanto a fase de testes não está concluída, somente é possível inferir se a pessoa está mais feia e enrugada que na memória do Facebook de anos passados...

De momento, pela análise duma selfie, os médicos apenas conseguem determinar que os pacientes têm muita falta de atenção e excesso de tempo livre...

O eletrocardiograma será em breve extinto e reduzirá abruptamente as consultas presenciais de doentes que teimavam sentir-se mal várias vezes ao ano, para poderem ser barrados com aquele gel gelado e ser-lhe aplicadas ventosas que doem um bocadinho ao descolar da pele... 

Fazer sexo em tempo de pandemia é uma alergia atópica, tão atípica como uma coceira sazonal que ruboriza quem fricciona uma pele que não é só a sua...

Diversos estudos científicos sobre a transmissão do vírus, permitem concluir que passamos mais tempo com o Google do que com a nossa parceira de pesquisas corporais...

A possibilidade de contágio pela saliva, sangue, fluídos vaginais e sémen, fazem-nos refletir se não deveríamos efetuá-lo unicamente pelo risco de poder reproduzir...  

Ter cuidado com o ato sexual não significa executá-lo como um animal. Se bem que algumas espécies animais só o fazem com o mesmo parceiro que nem baba o travesseiro...


(fonte da imagem: https://www.thesun.co.uk/fabulous/11885268/im-so-scared-of-coronavirus-i-have-sex-with-ppe-on-i-deep-clean-my-bedroom-everyday-we-wear-face-masks-gloves/)

Desde o início do Covid-19, um casal britânico só pratica sexo protegido com máscara e luvas, depois de uma desinfeção tão profunda quanto os detergentes permitem...

A condição foi imposta por uma enfermeira que gosta de levar. Trabalho para casa...

Como qualquer homem, o namorado aceitou a exigência, sem precisar de ouvir os termos...

Já gastaram mais de 3 mil euros em material de proteção, desde o início da pandemia e desta atividade que leva a expressão 'brincar aos médicos' aos cuidados intensivos...

A duração da atividade sexual é programada e não são toleradas posições sexuais em que os parceiros estejam frente a frente!
Antes da pandemia também já era assim. Obviamente sem máscara e luvas. Pelo menos na boca de ambos...

A escassez de material médico durante a pandemia do Covid-19, acarrega uma maior responsabilidade para quem possui máscaras cirúrgicas, sem a devida formação médica...

Apesar de alguns casais apenas se aperceberem da beleza dos companheiros, quando têm a máscara posta, a pele até tosta quando não sabemos manusear o latex numa aposta...


(fonte da imagem: https://www.latestly.com/social-viral/yulia-ushakova-russian-instagram-influencer-wears-bikini-made-of-medical-masks-gets-trolled-online-for-insensitive-behaviour-view-pic-1630874.html)

Yulia Ushakova é uma influencer da Rússia que perdeu toda a sua astúcia ao posar com um bikini feito com máscaras de proteção para as suas zonas de menor constipação... 


Um post idiota, no Instagram, foi o suficiente para usar repelente, de modo afastar milhões de espirros e tossidelas. Mesmo dos seus seguidores mais fervorosos...

Não havia qualquer necessidade de estragar material fucral no tratamento do coronavirus!
Dei-me ao trabalho inglório de vasculhar o seu perfil nas redes sociais e posso afirmar que esta não é a única foto em que me dá vontade de lhe arrancar o bikini...

A parolice humana é facilmente espelhada numa capa de telemóvel!
As capas protegem o smartphone, mas não resguardam os olhos de quem se vê forçado a desviar-se de penduricalhos, berliques e berloques, entre outros choques visuais não solicitados...


(fonte da imagem: https://www.foxnews.com/tech/artificial-skin-phone-case-pinchable)

(Belisquem-me, por favor!)
Há uma capa de telemóvel fabricada com pele artificial que responde a beliscos, miminhos e outros afetos abjetos que prometem trazer ao utilizador uma experiência mais realística, do que o contacto físico que atualmente têm com o seu parceiro real. Onde há muito, deixaram de usar capas...

O Skin-On ainda está em fase de desenvolvimento e pretende intensificar a interação desta aberração, ao ponto de produzir novas texturas de pele como suores e arrepios, para que a pessoa se possa lembrar dos tempos em que experienciava essas sensações... com outras pessoas! 

Continuamos a medir o nível de perversão dos leitores!
Hoje com horrores à mistura e uma fartura de acessórios de caracterização que vêm embalados e copiosamente cobiçados por quem dispensa o conjunto completo...


(fonte da imagem: https://www.0news.net/2019/08/27/latex-halloween-scars-from-home-bargains-compared-to-entirely-more-x-rated-prop/)

Meninos e meninas, serão cicatrizes ou vaginas?

Cicatrizes em latex estão à fenda/venda numa loja de fantasias e asseguram horrores, alegrias e alergias a 'todo aquele que as deixa usar na bochecha'...

Centenas de consumidores resolveram adquirir o produto, alguns meses antes do Halloween...
O apoio ao cliente da marca foi alvo de milhares de perguntas. A maioria inquiria se podia reutilizá-las sem as lavar e pedia sugestões de lubrificantes para evitar ficar com a pele assada...