Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

A vívida memória do confinamento ainda nos assola o pensamento!
Estar em casa para tentar esquecer o que poderíamos estar a fazer, não é uma ideia saudável.
Pelo menos, para quem precisa de sustentar os vícios da alimentação, alojamento e pagamento de contas, a prazo vitalício...

Alguns estilos de vida abraçaram a quarentena como uma travesseira amena. Quando aquece em demasia é voltada do avesso e continua a ser o confesso mais ergonómico...

A maioria encarou-o como uma experiência forçada, ainda assim remunerada por um lay-off subcontratado por um rendimento mínimo de um expoente máximo...


(fonte da imagem: https://www.albawaba.com/editors-choice/german-university-paying-grants-1900-doing-nothing-1375823)

Uma universidade alemã não parece lá muito sã, ao lançar com concurso que remunera participantes disponíveis para fazer o menos possível, durante o tempo que quiserem...

Poderíamos facilmente dizer que o mesmo já acontece com as bolsas que são atribuídas a estudantes diletantes. Seria errado, pois, a capacidade de deslocação entre casa e escola, tem de ser premiada com um par de livros na sacola...

Os concorrentes têm de fazer a candidatura, explicando pormenorizadamente, como pretendem receber os 1.900 dólares sem fazer nada por isso. Ou seja, dá mais trabalho pensar na ideia do que propriamente pô-la em prática...

Para além de todos os desempregados do país, calcula-se que o número de candidaturas pode superar os votos das legislaturas do ano passado...

Todos procuramos um emprego de sonho!
Queremos um emprego de sonho, mas nem sequer procuramos... Mesmo que procurássemos, dificilmente o iríamos encontrar, por isso vamos só sonhar com ele... 

 

Uma oferta de emprego de um restaurante no Texas anuncia o pagamento de 100 dólares à hora para brincar, rebolar e fazer milhões de miminhos a muitos cachorrinhos!

 

HD 100 euros à hora para brincar com cães...jpg

(fonte da imagem: https://www.thisisinsider.com/get-paid-to-play-with-puppies-2018-10)

 

Calculo que ninguém esteja interessado, todavia vou deixar aqui o link do anúncio do Instagram para nos encontrarmos todos na entrevista de emprego...

 

Acho que não me iria adaptar. O dia todo a fazer festinhas a cães fofos e adoráveis???
Nah, nada disso... Estou muito bem a trabalhar com burros, ursos e outros animais que não preenchem os requisitos humanos para serem admitidos num zoo...

As rendas nas grandes cidades atingem valores obscenos!
Para contrariar esta escalada de preço extraordinária, já existem partilhas mais carinhosas que nem sequer envolvem dinheiro...

 

HD Porque pagar a renda em dinheiro... é muito im

(fonte da imagem: http://ptjornal.com/da-casa-senhora-carinhosa-troca-dois-favores-semanais-268427)

 

Este anúncio 'sério' promete satisfazer as necessidades de 'uma senhora limpa' que consiga cumprir o contrato afetivo e caber dentro de um T0, com um cavalheiro muito generoso...

 

O preço da renda até merece alguma avaliação, mas o prazo de pagamento... parece ainda mais apertado que o espaço de habitação!

O Craigslist é tipo (um nadinha mais javardolas...) o nosso OLX, mas com mais formas de pagamento, sendo uma delas, a julgar por este negócio verdejante... sacos de cannabis caseirinhos!!!

 

HD Tentam comprar carro de polícia com marijuana.

(imagem: https://bloximages.chicago2.vip.townnews.com/hanfordsentinel.com/content/tncms/assets/v3/editorial/3/89/38954f5e-dd4e-11e3-9999-001a4bcf887a/53769921be74f.image.jpg)

 

Dois compradores distintos tentaram adquirir o carro particular de um polícia do Colorado, oferecendo como pagamento sacos de felicidade de tom verde!

 

O dinheiro vivo está claramente em desuso e, depois do Bitcoin, parece haver outra moeda meramente medicinal que nos vai enrolar nas compras online...

Alto e pára... o enterro!

Há aqui uma dívida avultada de 8 euros a saldar. Não têm trocos?
Toca a recolher o falecido até à devida regularização de pagamento!

 

3o3bpd6685u351r3f_201c8744.jpg

 imagem https://yen.com.gh/88924-confusion-mortuary-men-storm-tema-cemetery-seize-corpse-ghc40-debt.html

 

 

Os funcionários de uma agência funerária no Gana recolheram uma caução engravatada para assegurar o pagamento de uma dívida por parte da família no falecido.

 

Ainda procuraram nos bolsos do fato se teria algum dinheiro, mas apenas acabaram por encontrar uma raspadinha premiada... fora de prazo!