Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Antes de começar com a publicação, manda o protocolo que se escrevam as expressões silly season e rentreé na mesma frase: feito!

 

Um agricultor e pintor criativo fez um pedido de casamento escrito na sua vaca preferida!

Se alguém fez uma associação direta com a noiva, pode perfeitamente desculpar-se nos comentários...

 

HD Pedido de casamento escrito numa vaca.jpg

(fonte da imagem: https://www.dailyrecord.co.uk/news/scottish-news/will-moo-marry-me-romantic-13160135

 

A noiva, veterinária, estava a verificar a saúde do gado e ficou incrédula quando viu escrito, numa vaquinha, em azul, as palavras Super Dragões 1986 'Will You Marry Me?'...

 

Para não haver (sim, o PAN já me avisou...) qualquer tipo de discriminação bovina, as restantes vacas também foram contempladas com bilhetes para a Color Run local!

"Tenho um casamento em breve e estou indeciso quanto dinheiro devo dar de prenda..."
O dilema existencial raramente fica devidamente fechado num envelope branco e é bem mais fácil quando os noivos definem um valor fixo perfeitamente ao alcance... dos seus delírios sonhos!

 

HD Pede 1500 euros a cada convidado para o casamen

(fonte da imagem: https://www.boredpanda.com/wedding-disaster-bride-asks-guests-1000-donation/)

 

Um casal harmoniosamente anormal pediu 1500 euros a cada convidado para um casamento que não se chegou a realizar por falta de convidados/dinheiro/o Papa?/arroz para lhes atirar aos olhos???

 

A noiva alucinada chegou a criar uma página para angariar fundos para o seu casamento, mas a resposta da internet foi um 'Boa sorte, eu te desejo o melhor psiquiatra do mundo!'

Um casal casado de fresco merece ser abençoado, seja por uma chuva de arroz (integral somente...) ou por raminhos de boa sorte que não devem cair no céu, nem duma árvore...

 

HD Casados de fresco escapam a queda de um ramo.jp

(fonte da imagem: https://wsslfm.iheart.com/featured/aaron-michael/content/2018-07-06-newlywed-couple-escapes-falling-tree-branch-while-filming-wedding-video/)

 

Um bouquet mal amanhado em queda livre quase atingiu os 2 pombinhos que gravavam o vídeo do seu casamento e escaparam por sorte a um esmagamento não perpetrado pelos sogros...

 

Felizmente, conseguiram desviar-se do ramo tramado e a noiva cumpriu a tradição de aguardar pela lua de mel, para levar com o galho na boca... 

Ora bem, vamos lá a outro casamento sazonal que promete fazer cair muitas folhas... principalmente no Outono!

 

Para evitar que uma árvore centenária fosse cortada, uma mulher desposou-a em frente aos convidados que ficaram eternamente à espera do lançamento do ramo...

 

HD Mulher casa com árvore para a salvar.jpg

(fonte da imagem: https://www.google.pt/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&ved=2ahUKEwjQpb3H5oraAhXOExQKHa1qBBUQjxx6BAgAEAI&url=https%3A%2F%2Fwww.upi.com%2FFlorida-woman-seeks-to-save-tree-by-marrying-it%2F6331522083176%2F&psig=AOvVaw3tT4KfV3hcIH8LcYbThvDW&ust=1522181581368245)

 

No decorrer do casamento, apareceram mais noivas devidamente vestidas para o evento ao relento, onde todas disseram os votos ecológicos para defender uma causa nobre e tirar a pouco tradicional fotossíntese...

Conhecem aquele filme com a Julia Roberts, sobre aquela noiva que...? Esqueçam lá isso!


Esta 'noiva em fuga' foi detida pela polícia, sob o efeito de álcool, depois de ter provocado um acidente enquanto se dirigia para a igreja. Esse local onde só o padre bebe vinho... tão injusto! 

 

HD Noiva presa a caminho do casamento.jpg

(fonte da imagem: http://metro.co.uk/2018/03/13/bride-amber-young-arrested-driving-influence-way-wedding-7382464/)

 

A noiva recusou-se a soprar ao balão, aquando da detenção, mas as análises ao sangue comprovaram que estava sob influência de álcool e medo de casar sóbria!

 

O atraso para o casório quase provocou um velório e o 'até que a morte nos separe' deve ficar a fermentar, pelo menos, até que o véu da noiva deixe de cheirar a vinho sacramentado...