Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos


Agricultores britânicos estão a converter bosta de vaca em pilhas de caca que podem ser recarregáveis. Com energia elétrica, não com enchidos compactados de patê bovino...


Um só quilo de merda de vaca pode produzir energia suficiente para pôr um aspirador doméstico a trabalhar 5 horas seguidas. Convém é desligá-lo, se acreditarem que a casa até ficou bem aspirada na semana passada...

Esse mesmo quilo de fezes equivale a 3,75 Kwh de eletricidade!
Quem tem um veículo 100% elétrico, sabe que esta autonomia não chega sequer para chegar ao posto de carregamento automóvel que, estando operacional, também está ocupado por alguém que passa um tempo infinito a tentar espetar a mangueira no buraco errado...

O aproveitamento da matéria fecal não se fica pela produção de energia combinada para uma alternativa renovável. Depois da remoção do biogás, o estrume volta novamente para a terra, onde pode fertilizar o campo ou servir como uma pequena montanha de cocó que é bonita de se ver, com o nariz bem longe do montinho...

A produção das pilhas renováveis adquire um formato único e tresmalhado!
São indicadas para serem usadas em comandos de TV e utilizadas por gado sedentário que só se levanta do sofá para depositar o seu excesso de peso processado contratado pela Glovo e Uber Eats...

As pilhas só devem ser recarregadas durante o tempo estritamente necessário!
Se ligadas à corrente por tempo prolongado, podem emanar um cheiro a esturro biológico que pode sugerir que se faça uma nova pausa na transmissão da Netflix...


As pilhas são do tipo AA, como as dos coelhinhos da Duracell!
Como são produzidas por vacas preguiçosas, a sua autonomia dá para o tempo suficiente até darem o peido... 

A embalagem das baterias pode assemelhar-se àqueles pequenos pacotes de leite para crianças!
Não devem ser guardados nas mochilas dos estudantes, pois podem fazer muito peso quando acumulados junto aos livros e cadernos de disciplinas que nem sequer têm professores colocados...

Esta tendência ecológica está a suscitar o interesse de vários pequenos agricultores em todo o mundo. Sendo uma energia alternativa recente, ainda existe uma enorme falta de formação e comparticipação governamental. Foram descobertos alguns casos erráticos de lavradores que utilizavam formas de biscoitos decorativos para fazer as suas pilhas caseiras em fornos de lenha...


A Arla, empresa pioneira desta indústria de caganeira, comprometeu-se a desenvolver ainda mais esta forma de redução das emissões produzidas pela alimentação dos seus bovinos!
Existe já um protótipo de uma powerbank capaz de armazenar energia sustentável para alimentar todas as máquinas de corte do matadouro onde as vaquinhas acabam quando a sua bateria morre...

Os trabalhadores locais da empresa, sentem-se cada vez mais orgulhosos ao encher pás de bosta para carregar nas carrinhas de caixa aberta. No fundo das suas costas, onde se alimentam as hérnias discais, sabem que o seu suor não está a escorrer para o fundo de um rego sem fim à vista...

(fonte da notícia: https://www.dailystar.co.uk/news/weird-news/farmers-making-cow-poo-batteries-25495451)

O encerramento de salões de estética, devido ao confinamento, é literalmente uma situação cabeluda!
Que só as máscaras conseguem parcialmente encobrir! E apenas do nariz até ao queixo...

Muitas mulheres iniciaram formações autodidáticas para aprenderem a manusear cera quente.
As gillettes dos maridos agradecem, mas os filhos não esquecem os buços vermelhuços que lhes dizem para lavar os dentes antes das aulas online...

Mas as quebras das receitas em cosméticas, não abalam os padrões de beleza!
E "só uma mulher de barba rija, não é apanhada com a boca na botija..."

(fonte da imagem: https://www.cm-tv.pt/atualidade/detalhe/mulher-deixa-de-fazer-o-buco-e-arranjar-sobrancelhas-para-desafiar-padroes-de-beleza)

Eldina Jaganjac é uma mulher dinamarquesa que não cede à pressão da depilação e não se deita na marquesa para lhe desbravarem a certeza que é igualmente bela, de pelo na barbela...

Deixou de se submeter à tosquia facial, há cerca de um ano.
E desde aí, tem recebido insultos e críticas tanto por homens como por mulheres!
Todavia, os amigos não a julgam e convidam-na frequentemente para sessões de Netflix, com pausas para brincar aos cabeleireiros...

Já foi proibida de entrar em ginásios, por alegadamente, trazer o seu hamster escondido dentro das leggings...

Nas redes sociais, é motivo de chacota por parte de pseudopitas influencers e alvo de inveja de jovens imberbes que ainda nem sequer têm pelo na benta...

Indiferente às críticas e aos juízos de bolor, promete deixar crescer o buço, a monocelha e toda a pentelha, desde o primeiro uivo até à sua última lua cheia...

Os filhos das novas gerações já não são exclusivamente humanos!
Planos de uma vida incerta, cuja carteira aperta quando gastamos tempo e dinheiro no que mais gostamos...

Os animais fazem parte das nossas vidas, sempre documentadas em vídeos e fotografias, onde encontramos alegrias em espaços retangulares que seguramos entre os indicadores e os polegares...


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/me-boyfriend-share-bed-7st-22442194)

Um casal de namorados partilha a cama com 2 inquilinos aveludados: um porco freguês e o seu melhor amigo, um bulldog francês...

Cada noite proporciona uma ópera ressonante e o mais impressionante é que o porco não se parece queixar que o trombone do dono está ligeiramente abaixo do tom...

Apesar do que possa pensar, o quarto está sempre limpo e perfumado!
Até porque se o homem não tomar banho, terá de dormir no quarto ao lado...

O porco Pickles foi adotado depois de ter sido abandonado por maus tratos que o forçavam a dormir no sofá, privado de Netflix e pipocas...

Nas suas redes sociais, a dona dos animais, defende que os porcos não são apenas comida!
Também podem ser uma travesseira peluda aquecida...

Não será a primeira, nem a última vez que abordamos a importância da saúde dos nossos animais domésticos. Como donos responsáveis, temos de dar o exemplo para demonstrar que a gordura só traz formosura a quem fica atrás das fotos ou faz parte da moldura...

Se para atingir um peso saudável, temos de abdicar do que mais gostamos de comer... então devemos fazê-lo! Nem que seja preciso banir a cereja do topo do bolo...


(fonte da imagem: https://www.mondialnews.com/2020/02/16/formerly-obese-dog-unrecognisable-after-weight-loss-but-now-he-looks-miserable/)

O Miller perdeu 11 kgs em menos de um ano, mas o seu novo olhar gostaria de deixar a dieta para segundo plano...

Para além de uma alimentação cuidada, o cão pratica caminhadas diárias de 40 minutos. O que equivale ao tempo médio de duração de uma série na Netflix...

Todos olham para o animal como um exemplo de resiliência e determinação!
Já o cão, olha para todos como uma potencial refeição...

Criticar os outros pela escolha invulgar de animais de estimação, pode trazer amargos de boca!
- Desculpa lá, João. Mas esse roedor gigante que nunca sai do sofá, passa o dia a comer batatas fritas e ver Netflix é um bocadinho asqueroso. Não achas?
- Já me tinhas dito isso. Mas sabes que não posso nada. O Miguel Maria é meu filho...

Quanto a animais reais... quanto mais melhor! Quanto maior, pior só para os limpar.
Se se babam sem encanto, não podemos arrumá-los para um canto... (não olhem para o ursinho de peluche na estante!)

HD Caracol gigante de estimação.jpg

(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/woman-inseparable-giant-pet-snail-18783333)

Uma amante de caracóis tem um espécimen gigante em casa, que a baba de baixo a cima e deixa-a com uma pele de bebé quase bela, dos peitinhos até à trela (se calhar é um colar com nome, para não se perder...)

São inseparavéis. Como unha e carne ou... cerveja e caracóis?!

Ela diz que a caracoleta lhe estanca a ampulheta. Acalma-a, deixa-a relaxada e faz-lhe um pijaminha de cuspe na hora de ensopar a almofada...