Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Cada ano que passa, existem mais dádivas de órgãos em todo o mundo!
Contudo, alguns falecidos recusam-se a ceder partes do seu corpo que acabam por apodrecer, assim como a sua alma que felizmente não faz falta a quem precisa de continuar vivo...

Vários pedidos de não doação de órgãos, são a última das vontades de quem nem tem força na mão, para redigir sequer um testamento...

Mas ainda há quem espere pela hora de alguém, como um refém com Síndrome de Estocolmo.
Primeiro estranha-se, depois entranha-se. Caso a operação seja bem sucedida...

Como os seres humanos não são todos iguais, exemplos daqueles que são mais humanos, podem passar vários anos na esperança de dar, como modo de poder agradecer...


(fonte da imagem: https://www.upi.com/Odd_News/2020/06/22/Husband-and-wife-donate-organs-to-same-man-16-years-apart/3661592845380/)

Passados 16 anos, uma viúva doou um rim, ao mesmo homem que o seu falecido marido havia doado o pâncreas e o rim, quando chegou o seu fim...

Como o primeiro rim estava em falência, o afortunado fez um comunicado nas redes sociais a perguntar se alguém tinha algum rim a mais, que pudesse dispensar...

Sentindo uma força interior de a ligar ao falecido marido, respondeu ao pedido com muita satisfação e com aquele emoji novo do abraço com um coração apertado...

Primeiro acreditou que poderia ser uma piada, mas a dádiva foi confirmada com uma mensagem privada sem informação de preço e disponibilidade de stock...

A cirurgia foi um sucesso! O rim pode funcionar perfeitamente, entre 10 e 14 anos.
Marido e mulher voltaram a reunir-se em funções renais e matrimoniais. Pelo menos, até que a diálise os separe...  

O teletrabalho é uma atual alternativa para ganhar a vida e esperar pela sorte...

A pior parte são as reuniões de videoconferência, em que somos obrigados a manter a decência.
Pelo menos, da cinta para cima...

O melhor lado é não sentir o olfato, dum perfume barato ou de um hálito que carece de distância de segurança de fio a... bafio!


(fonte da imagem: https://life.shared.com/boss-accidentally-turned-herself-into-a-potato-during-a-video-meeting-and-couldnt-fix-it)

Uma diretora amadora no Zoom, transformou-se numa batata e, a parte mais chata, foi não saber desligar o filtro até ao fim da videoconferência...

Os colegas ainda tentaram reverter a situação, mas como não a conseguiram 'descozer', tiveram de optar pela batata a murro...

A chefe batatinha sabia que ia estar frita, assim que o vídeo fosse parar às redes sociais!

Até porque a última vez que isso aconteceu, aparecia toda descascada, no quarto, com o seu marido... 

Fico entristecido quando ouço opiniões negativas sobre as relações dos outros!
Raramente são críticas construtivas de manifesta preocupação e são apenas projeções pessoais de um sentimento de posse e controlo. Está exageradamente elaborado: somos todos uns cuscas e gostamos de meter a colher (de pau!) entre marido e mulher...

Hoje temos um exemplo de uma relação que funciona a grande altitude, não força ninguém a estar sempre debaixo da sua asa e cujo trem de aterragem, não consta no dicionário desta menina...


(fonte da imagem: http://www.newslocker.com/en-uk/news/uk_news/woman-in-a-five-year-relationship-with-boeing-737-800-and-its-physical/)

Uma senhora 'aviadora' tem uma relação de 5 anos com um Boeing 737 e como o seu parceiro está sempre para fora, tem uma réplica sua ( e muito...) que lhe ocupa o espaço em falta na sua cama...

Esta paixão de aviação parece ser para durar, ao contrário de outras pequenas paixonetas por avionetas...

A mulher sabe que um relacionamento à distância pode ser difícil de manter. Mas tem confiança no seu 'parceiro de nariz empinado', mesmo nos dias em que está sozinha em casa, com a turbina acesa, a derramar combustível por todos os cantos...

Os pedidos de casamento que chegam às redes sociais tendem a anelar os animais numa tentativa infeliz de criatividade malhada, mal alimentada e obviamente criticada...

Quem quer namorar com o agricultor... não pode ter pavor de ordenhar uma vaca!
Na maior parte dos casos, até põe a concorrência no estaleiro estábulo... 

HD Proposta de casamento com anel na teta de uma v

(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/farmer-proposes-girlfriend-putting-engagement-18838316)

Um agricultor, amador em apertar tetas que não as bovinas, colocou um anel de noivado na tetinha duma vaca, para convidar a sua noiva a passar-lhe a ferro a casaca...

Sabendo de antemão que algum leite morno cairia no chão... perdeu toda a razão ao entalar a liberdade duma fluida trabalhadora da sua herdade.

"Boi em terra alheia é vaca" e esperemos que a noiva não tente tirar o anel à força, pois ainda pode sair do curral... em maca!  

Ainda relacionado, quem ainda não cometeu o pecado de compras online compulsivas?
É só um vestido de verão, foi uma promoção, oferta de portes, (adicione aqui a sua desculpa ao carrinho de compras chorilho de trombas, vá...)

Cortes no orçamento e lamento de não haver recheio e cobertura, na hora de cortar o bolo...

HD Bolo de aniversário da Amazon.jpg

(fonte da imagem: https://abcnews.go.com/GMA/Food/husband-gifts-amazon-loving-wife-epic-amazon-package/story?id=64582851)

Um marido nunca distraído, ofereceu à sua esposa um bolo de aniversário que é uma réplica tão saborosa como uma caixa da Amazon, solicitada por uma cliente caprichosa...

Quando presenteada com a caixa, questionou com voz baixa se a encomenda vinha ao seu cuidado...

Assim que se apercebeu que era um bolo, deixou de considerar o marido um tolo... por fazer encomendas de produtos à pastelaria local!