Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

O encerramento de salões de estética, devido ao confinamento, é literalmente uma situação cabeluda!
Que só as máscaras conseguem parcialmente encobrir! E apenas do nariz até ao queixo...

Muitas mulheres iniciaram formações autodidáticas para aprenderem a manusear cera quente.
As gillettes dos maridos agradecem, mas os filhos não esquecem os buços vermelhuços que lhes dizem para lavar os dentes antes das aulas online...

Mas as quebras das receitas em cosméticas, não abalam os padrões de beleza!
E "só uma mulher de barba rija, não é apanhada com a boca na botija..."

(fonte da imagem: https://www.cm-tv.pt/atualidade/detalhe/mulher-deixa-de-fazer-o-buco-e-arranjar-sobrancelhas-para-desafiar-padroes-de-beleza)

Eldina Jaganjac é uma mulher dinamarquesa que não cede à pressão da depilação e não se deita na marquesa para lhe desbravarem a certeza que é igualmente bela, de pelo na barbela...

Deixou de se submeter à tosquia facial, há cerca de um ano.
E desde aí, tem recebido insultos e críticas tanto por homens como por mulheres!
Todavia, os amigos não a julgam e convidam-na frequentemente para sessões de Netflix, com pausas para brincar aos cabeleireiros...

Já foi proibida de entrar em ginásios, por alegadamente, trazer o seu hamster escondido dentro das leggings...

Nas redes sociais, é motivo de chacota por parte de pseudopitas influencers e alvo de inveja de jovens imberbes que ainda nem sequer têm pelo na benta...

Indiferente às críticas e aos juízos de bolor, promete deixar crescer o buço, a monocelha e toda a pentelha, desde o primeiro uivo até à sua última lua cheia...

Em plena pandemia, por vezes esqueço-me que as pessoas têm uma cara por detrás da máscara!

Ainda me conseguem arrancar uma gargalhada abafada, sempre que entram em algum local e dizem que se esqueceram da máscara. Não vá alguém dizer o contrário...

Felizmente, a distância social tem uns elásticos maiores que a máscara e nos impede de sentir um odor epidémico tão nocivo como o vírus...


(fonte da imagem: https://eu.usatoday.com/story/money/food/2020/10/14/hormel-black-label-bacon-face-masks-giveaway/3653043001/)

Uma empresa americana lançou no mercado uma máscara respirável com cheiro a bacon que garante um perfume a porco mesmo a quem tem um bafo de cavalo...

A ideia convenceu alguns americanos a começarem a usar máscara. Pelo menos até à hora do churrasco...

A distribuição do artigo tem provocado muita curiosidade, não só em humanos como em animais!
São vários os relatos de carrinhas de transporte perseguidas por multidões que salivam por meter o nariz onde... as máscaras estão embaladas!

O produto levanta muitas dúvidas entre a indústria de saúde e os consumidores.
Muitos se recusam a usar uma proteção aporcalhada que consegue mascarar completamente o cheiro a cebola e a alho...

As máscaras são reutilizáveis, mas correm sérios riscos de se tornarem descartáveis!
Depois de ingeridas, mastigadas e defecadas como paraquedas. Em queda livre para as sanitas...  

Já entramos em outubro e o Halloween aproxima-se mais rápido que o tão esperado final do ano...

Em anos passados, a questão sobre a máscara que iríamos usar não se limitaria às opções cirúrgicas ou reutilizáveis!

Mesmo com as limitações da pandemia, a tradição não se pode perder!
A tradição até pode -já que nunca foi nossa- mas não se pode meter o pé na poça, na hora de colocar à venda uma máscara que garante uma distância de segurança e repugnância...


(fonte da imagem: https://www.independent.co.uk/life-style/amazon-coronavirus-halloween-mask-costume-china-b738539.html)

A Amazon retirou várias máscaras de Halloween à venda nas suas plataformas, por violarem as normas de bom senso, bom gosto e falta de respeito por quem tem falta de ar no peito...

Quase todas as máscaras, com detalhes grotescos do Coronavírus, eram provenientes de vendedores sediados na China. País conhecido por vender material barato e doenças caras...

Milhares de denúncias de utilizadores levaram à remoção da venda ‘on-line’ destes artigos!
A maior parte devido à insensibilidade para com o número de mortes já provocadas pela pandemia, embora algumas reclamações tenham sido reportadas por clientes que se queixaram que não conseguiam respirar com à máscara posta...

A descrição do produto, refere que são feitas de um material não tóxico, amigo do ambiente e podem ser usadas no Halloween, Carnaval, Natal, Páscoa e em todos os feriados que tão cedo não vamos celebrar...

Somente há um tamanho disponível: o adulto!
Podem ser usadas por idosos, apesar de haver uma maior dificuldade em retirar a máscara, depois de respirar em frente a alguém que não tenha uma igual... 

O aumento alarmante do número de casos de infeção com o Coronavírus, faz questionar as autoridades de cada país, sobre a lição a dar àqueles que se recusam a usar máscara para esconder os seus sorrisos de impunidade...

Conselhos e avisos, passam de multas a castigos, e surgem punições que levantam questões sobre a justiça das coações que são aplicadas em algumas nações...


(fonte da imagem: https://www.dailystar.co.uk/news/latest-news/people-forced-dig-graves-brutal-22685387)

Uma região da Indonésia está a punir quem sofre de amnésia em usar máscara, com um estágio não remunerado em técnico de escavações manuais, com uma post-mortem graduação em coveiro do cemitério local...

Desde o início da pandemia, 8 pessoas já não voltaram a esquecer-se da máscara enquanto abrem covas de manhã até à noite, fazendo apenas uma sesta acima do nível do solo...

Desconhece-se a duração da pena, mas suspeita-se que possa terminar à primeira tontura onde será mais difícil conseguir cavar a própria sepultura...

Dado que só haviam 3 coveiros na localidade, o governador decidiu abrir vagas forçadas a todos aqueles que desconheciam que devem usar máscara e pás para abrir uma cova...

Alguns grupos de defesa dos direitos humanos repudiaram a punição, alegando que não se deve obrigar ninguém a cavar sepulturas, sem também experimentar as suas curas...

Toda a população concordou com o castigo aplicado e recebeu o recado num pestanejar de olhos...

Com o regresso às aulas, a facilidade de contágio com o Covid-19, contrasta com a crescente dificuldade que os pais têm em comprar material escolar...

A insegurança nas precárias medidas sanitárias, deixa todos os encarregados de educação com uma mão no coração e a outra dentro da bolsa, a procurar a máscara obrigatória para esgotar o resto do ar que ainda respiram...


(fonte da imagem: https://www.upi.com/Odd_News/2020/09/09/Watch-Georgia-teacher-using-vertical-space-for-social-distancing/8981599679317/)

Um professor americano concebeu um plano -vertical- que mantém a distância social entre alunos, professores e todos aqueles que têm horrores de alturas...

Formado em trabalhos manuais, desenhou uma plataforma elevatória que garante um distanciamento dentro da sala de aula e uma maior proximidade do teto...

A ideia genial foi aplaudida, sentada, por todos os estudantes que gostam de baloiçar os pés na cadeira, sem estragar as pontas dos sapatos...

Quem padece de vertigens, permanece sentado com os pés no chão e tem ainda a opção de poder usar um capacete de proteção contra chuvas de canetas e derrocadas de livros...

Os alunos que experimentaram o elevador de interior, revelaram que ganharam uma nova perspetiva das aulas e uma possibilidade de olharem para o chão, sem o professor perceber que estão a adormecer...