Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

O aumento alarmante do número de casos de infeção com o Coronavírus, faz questionar as autoridades de cada país, sobre a lição a dar àqueles que se recusam a usar máscara para esconder os seus sorrisos de impunidade...

Conselhos e avisos, passam de multas a castigos, e surgem punições que levantam questões sobre a justiça das coações que são aplicadas em algumas nações...


(fonte da imagem: https://www.dailystar.co.uk/news/latest-news/people-forced-dig-graves-brutal-22685387)

Uma região da Indonésia está a punir quem sofre de amnésia em usar máscara, com um estágio não remunerado em técnico de escavações manuais, com uma post-mortem graduação em coveiro do cemitério local...

Desde o início da pandemia, 8 pessoas já não voltaram a esquecer-se da máscara enquanto abrem covas de manhã até à noite, fazendo apenas uma sesta acima do nível do solo...

Desconhece-se a duração da pena, mas suspeita-se que possa terminar à primeira tontura onde será mais difícil conseguir cavar a própria sepultura...

Dado que só haviam 3 coveiros na localidade, o governador decidiu abrir vagas forçadas a todos aqueles que desconheciam que devem usar máscara e pás para abrir uma cova...

Alguns grupos de defesa dos direitos humanos repudiaram a punição, alegando que não se deve obrigar ninguém a cavar sepulturas, sem também experimentar as suas curas...

Toda a população concordou com o castigo aplicado e recebeu o recado num pestanejar de olhos...

Com o regresso às aulas, a facilidade de contágio com o Covid-19, contrasta com a crescente dificuldade que os pais têm em comprar material escolar...

A insegurança nas precárias medidas sanitárias, deixa todos os encarregados de educação com uma mão no coração e a outra dentro da bolsa, a procurar a máscara obrigatória para esgotar o resto do ar que ainda respiram...


(fonte da imagem: https://www.upi.com/Odd_News/2020/09/09/Watch-Georgia-teacher-using-vertical-space-for-social-distancing/8981599679317/)

Um professor americano concebeu um plano -vertical- que mantém a distância social entre alunos, professores e todos aqueles que têm horrores de alturas...

Formado em trabalhos manuais, desenhou uma plataforma elevatória que garante um distanciamento dentro da sala de aula e uma maior proximidade do teto...

A ideia genial foi aplaudida, sentada, por todos os estudantes que gostam de baloiçar os pés na cadeira, sem estragar as pontas dos sapatos...

Quem padece de vertigens, permanece sentado com os pés no chão e tem ainda a opção de poder usar um capacete de proteção contra chuvas de canetas e derrocadas de livros...

Os alunos que experimentaram o elevador de interior, revelaram que ganharam uma nova perspetiva das aulas e uma possibilidade de olharem para o chão, sem o professor perceber que estão a adormecer...

Cada um de nós tem a sua maneira de lidar com pandemia do Coronavírus!
Uns escolhem falar estritamente sobre as medidas de prevenção, outros preferem guardar a sua opinião e deixar os responsáveis de saúde pronunciar-se sobre o assunto como as previsões de um signo que condicionam a nossa vida...

Existem inúmeras terapias para recuperar as alegrias que julgávamos meras satisfações de um dia a dia, com as mundanas preocupações... 

Um grito pode ser uma forma ruidosa de libertar stress (e gotículas para o ar?)!
Como não precisamos de libertar um vírus que pode estar preso sem o nosso conhecimento, devemos seguir às regras este tratamento com o consentimento de quem deve estar o mais longe possível...


(fonte da imagem: https://www.cbsnews.com/news/iceland-broadcasting-screams-relieve-coronavirus-lockdown-pandemic-stress/)

A Islândia está transmitir gritos libertadores de todo o mundo, através de colunas instaladas em lugares paradisíacos onde a voz ecoa quase tanto como em prédios de bairros sociais...

A ideia surgiu duma ação de promoção ao país. E numa forma de dar uso a centenas de colunas e amplificadores que ainda estão em lay-off, até a retoma da época de festivais...

Qualquer um pode gravar o seu grito diretamente no site para ser reproduzido e ouvido por todas as pessoas interessadas em perceber como se pode obter prazer em gritar, sem importunar nenhum dos seus vizinhos...

A terapia de grito é uma abordagem terapêutica que nunca reuniu consenso na comunidade médica.
Por vezes, é realmente difícil distinguir entre gritar e falar muito alto, demasiado perto dos ouvidos...
Todavia, com o uso regular de máscara, esta diferenciação 'muda', tende a desaparecer num piscar de olhos...

O balanço dos dias de hoje, é feito num baloiço lento que tanto sobe ao sabor do vento, como estagna em ‘suspense’ à espera de um empurrão pela mão de quem confiamos...

A saúde não se resume a perdermos uma discussão sobre quem tem mais maleitas e menos receitas para poder aviar as prescrições médicas...

O estado mental da população mundial é o único festival que todos estamos a comparecer!
Cada um no seu lugar a escutar o mesmo 'cabeça contra o cartaz'...

Depressões aos milhões e as pontas dos dedos a contar os tostões!?

As palmas e os dedos detêm segredos que não devem chegar às multidões...


(fonte da imagem: https://www.gentside.co.uk/viral/a-90-year-old-has-been-caught-smearing-poo-on-children-s-swing-sets-in-a-bizarre-protest_art5732.html)

Uma avó de 90 anos, arrecadou o que ainda lhe vai saindo do ânus e foi apanhada a barrar os baloiços dum parque infantil, com uma matéria castanha, estranha e febril...

Não foi a primeira vez que a 'vovó cocó' passou uma cobertura escura em divertimentos de parques infantis!
Sempre que foi confrontada com a grotesca cagada, ripostou com uma pá a quem tentou impedi-la de trabalhar a sua própria argila...


As fotos captadas por habitantes locais, comprovam que nem usava luvas ou máscara!
O que resulta numa enorme propensão em poder apanhar o Covid-19, ao tocar nos baloiços...

Alegadamente, a nonagenária ordinária já havia tentado derrubar os baloiços. Mas como eles estavam bem presos ao chão, acabou por cagar (diarreia) na ideia...

Imagino as pobres crianças das redondezas, a tentar explicar aos pais, as manchas castanhas mal cheirosas até às estranhas:
— Mãe, desculpa por ter feito cocó nas calças! Suponho que tenho de voltar a usar fraldas, como a vovó...

O uso de máscara é o assunto mais abafado das nossas vidas!
Também elas, presas por elásticos e esquecidas em bolsas cada vez mais vazias...

É o tema de conversa dominante e veio substituir as constatações sobre o estado do tempo!
A importância do frio e calor já não é o motivo pelo qual iniciamos uma conversa. Até porque é quase impossível conversar com a boca tapada e o ardor nos ouvidos de um mercador...

As recomendações dos responsáveis de saúde mudam-se amiúde, como uma máscara cirúrgica que não torna ninguém mais seguro, por desconhecer o número de infetados no futuro...


(fonte da imagem: https://www.newshub.co.nz/home/world/2020/06/coronavirus-conspiracy-theorists-give-lawmakers-the-bizarre-reasons-they-don-t-want-to-wear-masks.html)

Covidiotas preocupados em salvar as teorias de conspiração sobre o Coronavírus, justificaram aos governantes da Florida, as razões pelas quais se recusam a usar máscara e argumentos válidos...

Segundo estes especialistas de revistas, as leis de obrigatoriedade de uso de máscara foram impostas por Satanás. Entidade espiritual que não leva a mal que se ponha esse assunto atrás das costas...

Desde a defesa da liberdade de consumo de oxigénio, à epifania de génio que sugere que apenas as pessoas doentes devem usar máscara. Pelo menos, até não manifestarem mais sintomas...

A protestante mais arejada confessou que não usa máscara pelo mesmo motivo de não usar roupa interior.
Precisa de deixar respirar todas as 'covidades', para não correr o risco de asfixiar e ter de se deitar noutro buraco, onde não voltará a acordar...