Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Sabem aquela sensação enternecida de receber um bilhetinho com palavras românticas?
Se sim, expliquem-me como é que isso funciona. Não conheço, a não ser que considerem um post-it no frigorífico com o enunciado "É assim tão difícil trazeres o pão quando saíres do trabalho?" uma declaração de amor aos hidratos de carbono...

 

Um romântico (claro que já tem alguma idade...) inveterado presentei-a a sua eterna namorada com o mesmo postal do Valentine's Day há 40 anos, acrescentando uma frase de amor codificada por cada seta do cupido que ainda consegue ser afiada, todos os anos...

 

HD Homem oferece o mesmo postal do dia dos namorad

(fonte da imagem: https://www.dailymail.co.uk/news/article-6700323/Husband-sends-wife-Valentines-Day-card-40-years.html)

 

Os homens dirão que isso é uma desculpa para não gastar dinheiro!!!
As mulheres acharão que é um gesto de amor para a vida toda (expressão lamechas deliberadamente usada para SEO!) que não se compara ao toque das letras do cartão de crédito que apenas lhes pode oferecer a bolsa Michael Kors ou o perfume da Dior, que não são assim tão importantes... comparados com o... acho que me perdi aqui na analogia das letras... ah, vocês sabem... o amor!

Os meus professores diziam-me que a minha caligrafia só serviria para prescrever medicação (nunca foi assim que arranjei a minha...) ou para ser encontrada num fóssil daqui a 10.000 anos...

 

O que dizer da letra desta menina nepalesa que parece impressa num documento importante como aquelas cartas que costumavamos imprimir quando descobrimos as fontes do Word!

 

HD Uma caligrafia de categoria!.jpg

(imagem: http://www.biharkhojkhabar.com/wp-content/uploads/2016/10/prakriti-malla-handwriting.jpg)

 

A caligrafia desta menina já foi difundida no Youtube, Instagram e noutras redes sociais que poderia ter colocado aqui apenas para usar nas tags...

 

Num tempo em que pouca gente escreve à mão, é sempre bom saber que alguém ainda o faz com muito nível e sem causar impressão...

Ricardo Araújo Pereira, resolveu traduzir à letra (toque de bola com a perna cruzada...) a sua crítica à Comissão Nacional de Eleições e espetou umas valentes biqueiradas enquanto comentava as eleições autárquicas...

 

HD Ricardo Araújo Pereira joga futebol enquanto c

(imagem: https://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/B2a12de85/13684665_7RymA.jpeg)

 

Durante o programa 'Governo Sombra', RAP conseguiu fundir “as duas coisas mais nocivas para o poder democrático" enquanto dava uns toques na bola e comentava política...

 

Se a democracia consegue ser distraída com futebol e opiniões políticas, então é preferível, em domingos de eleições, ir para a praia e (não aqui nenhuma referência à economia alemã) comer as bolas de Berlim!