Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Durante o confinamento, o distanciamento social era quase total!
À exceção entre os familiares que partilham o mesmo lar e a mesma vontade que os restantes membros se distanciem, para fora de casa, o máximo de tempo possível...

O distanciamento fora de portas, para dentro de outras portas que estiveram fechadas, confia na tecnologia para nos manter longe do vírus e cada vez mais longe de uma presença humana...

O salto tecnológico veio aterrar em cima dos trabalhadores menos qualificados e, para mal dos seus pecados, não tardará a levantar voo sem qualquer tripulante... 

Se antes da pandemia, era uma companhia de frequência, a robótica é agora a ciência mais distante dos centros de emprego...


(fonte da imagem: https://cyprus-mail.com/2020/05/26/south-korean-cafe-hires-robot-barista-to-help-with-social-distancing/)

Um café sul coreano vai passar o resto do ano, a contar com um robot barista e com menos um funcionário em vista, com o resto dos dias contados...

O robot janota 'toma nota' dos pedidos, faz mais de 60 cafés diferentes e traz as bebidas para as mesas dos clientes que agradecem com um sorriso, para o respetivo smartphone...

Pode receber e processar informação diretamente de clientes, gerentes e outros robots nerds que ocupam funções de back-office...

A disposição das mesas e os sensores integrados, permitem que o 'robotecado de mesa' calcule a distância, faça o atalho e não atropele ninguém, para além de quem já nem precisa de usar máscara no seu trabalho...  

Até ao fim do ano, mais 30 colaboradores com motores incorporados, vão ser introduzidos na mesma cadeia de restauração que assegura que não irá despedir nenhum trabalhador humano, responsável por os programar e ligar à tomada...

Eu nunca andei a cavalo. Já andei às cavalitas. Não aprecio. Fico com a zona das virilhas sobreaquecida e relincham-me se lhes puxo a crina...

A arte equestre não é para todas as algibeiras...
Como dizem os franceses: "Sela via!"... É assim que se diz, certo?!

(fonte: https://whatsnew2day.com/teen-becomes-obsessed-with-jumping-like-a-horse-after-becoming-addicted-to-animal-planet)

Uma jovem canadiana não precisa de um cavalo para saltar.. como um!?
Treina há mais de 6 anos e tem uma alimentação normal, para um humano...

Esta prática saltitona revela-se muito saudável, embora a opinião pública acha que isto cheira a esturro!
Sair do sofá para correr e saltar ao ar livre é como passar de cavalo para (e o) burro (sou eu?)...

Continuamos a semana com hábitos e também verdes...

Depois da velhinha indiana que enfardava areia, surge agora um paquistanês que tem o vício saudável de degustar... árvores!

 

3F7389E300000578-0-image-a-24_1492778228669.jpg

(imagem http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2017/04/21/13/3F7389E300000578-0-image-a-24_1492778228669.jpg)

 

Este ralador humano de 50 anos, iniciou a ingestão de madeira e folhas há mais de 25!
Há falta de meios para comer, este comportamento teve um papel crucial na sua sobrevivência...

 

Presentemente, já tem dinheiro suficiente (6 euros por dia!) para fazer uma refeição decente, mas ainda não conseguir perdeu o hábito de espetar um ramo inteiro pela goela abaixo!