Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

A desobediência ao confinamento tem aumentado significativamente!
Durante as semanas de quarentena, muitos já questionam se valerá a pena, ficar em casa, confortável e aguardar pelo fim da cena do próximo filme...

O crime de desobediência à propagação da doença pode ir até 2 anos de prisão.
Os números da pandemia confirmam que o confinamento entre 4 tábuas pode ir até ao fundo da cova...

Como a prisão não consegue demover os covidiotas de tossir fora de portas, já foram implementadas novas medidas que conseguem agarrar a atenção de quem foge à instrução...


(fonte da imagem: https://nypost.com/2020/04/28/indian-cops-using-tongs-to-nab-people-breaking-coronavirus-lockdown/)

A polícia na Índia tem mais uma ferramenta de proteção para combater a pandemia.
É uma língua em gancho que consegue imobilizar o infrator sem precisar de sentir o seu odor...

O dispositivo ferranchal tem cerca de metro e meio de comprimento e evita que o agente policial tenha de tocar nos suspeitos e possa usar apenas as algemas para apimentar a quarentena com a sua esposa...

Depois do capacete corona, da viatura covid, é o gancho coronista a resolver todos os problemas, sem necessidade de qualquer revista...

Milhares de indianos já se insurgiram contra este atentado aos direitos humanos!
Até o gado é melhor tratado e inclusive é adorado...

Vários detidos relataram a sua experiência traumática com o enganchamento.
A maior parte confessou que já teve horríveis pesadelos. Apenas comparáveis com os momentos de terror que sofrem sempre que as suas mulheres usam uma pinça para lhes arranjar a monocelha... 

Com o aproximar do Halloween, ficamos a pensar -mais uma vez- como vamos arranjar uma desculpa para dizer aos putos que não comemos chocolates cá em casa/nos deixamos levar pelo consumismo 'adaptado' dum quase feriado que apenas favorece o mercado...

É certo que as crianças merecem aproveitar (seguem-se muitas vírgulas..) uma noite, em que podem sair, à rua, mascaradas, para comprovarem que os vizinhos também têm olhos e não apenas pontas dos dedos...

Do terror à falta de pudor, vão apenas alguns anos sem tecido para panos...


(fonte da imagem: https://www.heart.co.uk/lifestyle/fashion/fashion-nova-sexy-toy-story-halloween-costume/)

Fantasias do Halloween inspiradas no filme Toy Story estão estragar as memórias de infância de muitos pais, as suas carteiras e as carreiras dos seus filhos que serão, seguramente, assustadoras...

Os fatos reduzidos custam mais de 50 euros aumentados!
Se as meninas vão começar a vestir estas fantasias no Halloween, é preferível cancelarem o pedido da barra de chocolate energética e pedincharem à vizinha de cima um novo kit de cosmética...

O aquecimento global é um sério problema só para as próximas gerações...
Para já, temos que nos preocupar com outros cenários apocalípticos como as promessas de todos os partidos em reduzir os impostos e, ainda mais alarmante que isso, o filme do Tony Carreira!

Vaquinhas. Felpudas. Fugiram de casa para dar uma banhoca, num lago de lados distantes que passou a ter à superfície... algumas rochas flutuantes!

HD Vacas vão a banhos e não tiram fotos aos fato

(fonte da imagem: https://www.upi.com/Odd_News/2019/07/18/Long-haired-cows-escape-Illinois-farm-go-for-swim-in-lake/5921563479601/)


Especialistas meteorológicos ventilaram a hipótese deste fenómeno de poder dever à previsão de uma vaga de calor. Colegas do curral asseguraram as autoridades que as instalações estão perfeitamente refrigeradas, embora salpique sempre alguma bosta para o nalguedo, e que o par de migas moos apenas fugiu para fazer uma sessão de fotos para os seus sérios seguidores no Instagram...

 

Apesar de estarem sob apertada vigilância policial, o vaquedo lá conseguiu retirar algum esterco das patinhas e fazer um spa bovino com direito a exfoliação e desconto no uso das rochas quentes...

Típica cena de filme americano. Um anão vestido com fato de Carnaval para criança super herói, capacete devidamente colocado para ser projetado e uma plateia de homens alcoolizados que só levanta o ego num ambiente cego, onde só quem paga consegue espetar o prego...

 

Aposto que não é preciso ser do Benfica para querer fazer uma festa naquela lingerie encarnada!
O anão é o Super-Homem ali ensandwichado que está a ser pago para levantar direito o seu membro sem dedos. O braço direito: assim é que é!!!

 

HD Aluguer de anões para despedidas de solteiro.j

(fonte da imagem: https://www.voxtravel.com/stag-weekends/prague/midgetdwarf-hire-3/)

 

Um estabelecimento noturno em Benidorme está a ser investigado por ter colocado um anúncio à porta que permitia alugar anões para despedidas de solteiros e outras festas menores. Também vende bolinhos de bacalhau em miniatura e minis... 

 

O delito de alugar um pequenito é um crime de ódio contra portadores de deficiência!

O dono do bar defendeu-se nas redes sociais, alegando que os funcionários de farda XXS eram bem remunerados, mas foram entretanto dispensados por necessidade de fazer cortes no pessoal...

São eventos como este aqui em baixo/bem ao alto que me fazem respeitar todas as culturas, independentemente da distância, do tom de pele e do tamanho da celebração...

HD Festival do Pénis.jpg

(fonte da imagem: https://mytsubo.wordpress.com/2014/02/01/festa-e-matsuri-%E3%80%80%E7%A5%AD%E3%82%8A/)

 

Honen-sai é o nome do festival religioso (!) que comemora o orgão sexual masculino no Japão e manda a tradição que levantem um andor fálico e o façam passear em procissão para todos receberem a benção e os homens consigam sempre erguer... os olhos para o ver!

 

Os visitantes rezam às monumentais estruturas fálicas para que possam ter filhos, conhecer o amor das suas vidas e ter um longo pesadelo cor de rosa (lembram-se do filme de 1998 com o Diogo Implante e a Catarina Forcado???)

 

Não há só um pénis monstruoso a sair à rua! Existem igualmente miniaturas representadas em doçuras que podemos meter à boca ou levar de recordação para oferecer a quem saboreia a tradição...