Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Uma empresa russa de sushi, veio pedir desculpas públicas, por fazer uma campanha do seu produto multicolor, onde aparece 1 roliço negro envolvido por 3 algas albinas... eslávicas!

Cada uma das meninas sorri ao apertar um rolinho com 2 pauzinhos e o menino escurinho também se sente tão entalado que até trinca a beiça...

A campanha foi removida não por medo das ameaças, mas pelo impacto que causou na opinião pública e nas receitas da venda do produto...

O dono da YobiDoyobi sofreu várias ameaças de morte por um grupo ultranacionalista que não tem nada contra o sushi, nem contra qualquer petisco importado...

O Male State é um grupo de ódio mais vocacionado para o assédio online!
Costuma ameaçar mulheres e membros da LGBT a tempo inteiro, mas ainda consegue abrir mais um separador no browser para praticar exercícios pontuais de crimes raciais...

Para além dos insultos ao CEO da firma, perseguiu virtualmente as modelos que entraram no anúncio.
Comentários ofensivos inundaram os seus perfis das redes sociais e foram publicadas fotos onde aparecem sem maquilhagem no sashimi das suas estrias...

Outra forma de coação abusiva, foi a colocação de centenas de encomendas falsas que nunca chegavam a ser entregues. Tanto por serem moradas fictícias, como por serem recebidas em casas de grupos de homens que se juntam para ver futebol e beber cervejas...

O fundador do Male State, Vladislav Pozdnyakov, tem mais 150 mil apoiantes da sua causa!
A sua ação de ódio não opera apenas na Rússia e enraizou-se por vários sites de países europeus.
Se chegar a Portugal, espero que apareça primeiro nas notícias e só depois nos termos de pesquisa do meu blog...

(fonte da imagem: https://www.themoscowtimes.com/2021/08/30/russian-sushi-chain-apologizes-for-ad-featuring-black-man-a74923)

Em plena pandemia, por vezes esqueço-me que as pessoas têm uma cara por detrás da máscara!

Ainda me conseguem arrancar uma gargalhada abafada, sempre que entram em algum local e dizem que se esqueceram da máscara. Não vá alguém dizer o contrário...

Felizmente, a distância social tem uns elásticos maiores que a máscara e nos impede de sentir um odor epidémico tão nocivo como o vírus...


(fonte da imagem: https://eu.usatoday.com/story/money/food/2020/10/14/hormel-black-label-bacon-face-masks-giveaway/3653043001/)

Uma empresa americana lançou no mercado uma máscara respirável com cheiro a bacon que garante um perfume a porco mesmo a quem tem um bafo de cavalo...

A ideia convenceu alguns americanos a começarem a usar máscara. Pelo menos até à hora do churrasco...

A distribuição do artigo tem provocado muita curiosidade, não só em humanos como em animais!
São vários os relatos de carrinhas de transporte perseguidas por multidões que salivam por meter o nariz onde... as máscaras estão embaladas!

O produto levanta muitas dúvidas entre a indústria de saúde e os consumidores.
Muitos se recusam a usar uma proteção aporcalhada que consegue mascarar completamente o cheiro a cebola e a alho...

As máscaras são reutilizáveis, mas correm sérios riscos de se tornarem descartáveis!
Depois de ingeridas, mastigadas e defecadas como paraquedas. Em queda livre para as sanitas...  

A América do Sul é o novo epicentro da pandemia do (mesmo) Coronavírus!
O Brasil é o principal anfitrião duma catástrofe em proporção amazónica...
Nos restantes países sul americanos, os danos têm sido geridos com uma política mais responsável que a brasileira. Não é difícil, mas uma fronteira permite o contágio sem barreira...

A Colômbia tem recuperado lentamente, embora tenha os seus produtos cotados ao preço da chuva.
E como todos sabemos, a neve colombiana é bem mais valiosa...

A indústria tem retomado a produção e optado por medidas controversas. Muitas delas envolvem tapetes persas, entre a cama e o posto de trabalho...


(fonte da imagem: https://uk.reuters.com/article/uk-health-coronavirus-colombia-manufactu/colombian-factory-adds-bedrooms-for-workers-as-economy-slowly-reopens-idUKKBN2322HI)

Uma fábrica na Colômbia, implementou a colocação de camas no local de trabalho, para que os seus empregados façam um confinamento, com algum rendimento...

Têm o consentimento expresso de todos os trabalhadores, que preferem ficar na empresa do que na incerteza que a internet de casa falhe, durante uma videoconferência...

Em causa, está a saúde e segurança dos seus filhos. A maioria dos empregados tem medo de trazer o vírus para casa, entre algum trabalho suplementar...

Como muitos pais não têm quem tome conta dos filhos, alguns acabam por ficar sozinhos. Ficando vulneráveis às influências traumáticas da Telescola. Também a raptos de gangs...

Tal como na origem da pandemia, a China foi pioneira neste expediente prolongado!
A maioria dos chineses sempre esteve (habituado) a trabalhar enquanto dormia... vá lá, um bocado!

Sempre achei muita piada às formas de biscoitos. Estrelas, pinheiros, corações e ursinhos. Gosto de as ter numa gaveta, quando não consigo encontrar o saca-caricas...

O que é que acham da ideia de poder fazer umas bolachinhas com a face dos nossos animais, namorados e (seus) pais, cujas feições podem ser menos amanteigadas?!


(fonte da imagem: https://www.heart.co.uk/lifestyle/personalised-cookie-cutters-biscuits-pet/)

A empresa Baker's Street Cutters fabrica corta-massas personalizadas com as caras de todas as figuras amadas, amassadas e polvilhadas com farinha...

Finalmente, vamos poder ficar a olhar para as bolachas sem as metermos imediatamente à boca!

Já me imagino a chafurdar, em leite morno, a cara de algumas pessoas, antes de as engolir suavemente e cogitar se sairá algum 'presente' -decente- quando devolver a massa fecal ao forno branco de porcelana...

Ninguém está devidamente preparado para ser despedido...
A incerteza no futuro, os bocejos intermináveis na fila do centro de emprego, a descoberta de novos templates para o currículo. Nem a memória coopera na hora de fazer login no Linkedin...

Um homem foi convocado para uma reunião de despedimento e, como podia estar acompanhado por alguém para o animar, resolveu contratar um palhaço na hora de soltar o laço...


(fonte da imagem: https://thenewdaily.com.au/entertainment/people-entertainment/2019/09/14/nz-man-brings-clown-to-redundancy-meeting/)

Os -ainda- patrões acharam a ideia brilhante!
A melhor iniciativa que o empregado chegou a ter enquanto ao serviço da empresa...

O palhaço fez pinturas faciais e bonecos com balões, durante a comunicação oficial da decisão de dispensar o trabalhador. O profissional de animação teve um desempenho fantástico e no final do circo, o ambiente ficou bem mais leve. O ambiente e, principalmente, a carteira do homem que foi despedido...