Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos


Freddie Beckitt ganha mais 160 euros por dia, ao ocupar o lugar na fila de todos os clientes que não gostam de esperar, pelo dinheiro que não lhes custa a ganhar...


Cobra quase 25 euros por cada hora, em cada demora, ao ficar cá fora, na vez de quem outrora perdia tempo e reputação, ao desesperar pela chegada da vez do seu número no talão...

Nos serviços em que não trabalha a hora completa, fica sempre com o troco e aproveita para trincar alguma coisa, entre recados. Como os restaurantes luxuosos das imediações têm as mesas sempre ocupadas, não se importa de ficar ao balcão e comer de pé...

Tem 31 anos, os pés bem assentes na terra e não sofre de ansiedade, nem padece de má circulação nas pernas...

É solicitado para comprar bilhetes de espetáculos importantes, cujas filas podem demorar horas!
Mas recusa pedidos de espera para a Segurança Social e Finanças, pois não é fã de acampar na via pública...

O que mais lhe custa, são os dias frios e chuvosos!
Nesses dias mais tristes, tenta esquecer-se de que poderia estar deitado no seu sofá, a ver Netflix, com o comando da TV, a passar os programas para trás e para a frente...

Tornou-se fileiro a tempo inteiro, após fazer um biscate com homens de negócios, de idade avançada, que lhe pagavam para ficar de pé...
Descrito desta maneira, até pode parecer estranho, mas não é!
Os homens mais velhos preferem contar o dinheiro sentados, para não arriscarem terem de se dobrar, caso lhes caia uma nota...

Freddie confessa que o seu modo de vida, garante-lhe estabilidade financeira e está a pegar de estaca...
Ignora os comentários jocosos de amigos e conhecidos que o avisam que o seu emprego não o levará muito longe. Seguramente, não assim tão rápido...

Apesar de não precisar de formação ou qualificação profissional, alega que a resiliência e motivação estão sempre a seu lado. Embora ele prefira, sem ordem específica, que uma se coloque à frente e a outra atrás dele...

(fonte da notícia: https://www.ndtv.com/offbeat/man-turns-professional-queuer-in-london-makes-up-to-160-euros-a-day-2712728)

Uma empresa de robótica da Rússia oferece 200 mil dólares a quem queira ceder os direitos da sua imagem e voz. O candidato pode ficar com a sua alma, para a tentar vender ao diabo...

A Promobot produz robôs hiper-realistas e procura incorporar as suas criações, no ramo de assistência ao cliente. Cliente este, para já exclusivamente humano...

Os robôs serão colocados em locais como hotéis, centros comerciais e outras superfícies sobrelotadas e sobrevalorizadas por consumidores superficiais...

A empresa procura candidatos acima dos 25 anos, com feições simpáticas que consigam criar empatia com todos os clientes que lhes possam garantir a maior fatia do bolo de consumo instantâneo de faturação...

Todos os géneros e raças são elegíveis para o concurso de venda de direitos e compra de preconceitos, num mercado regulado pelo sabor do dinheiro desenfreado...

Surgiram várias questões éticas aos participantes deste concurso de cara de urso!
Milhares de dúvidas foram colocadas no site de candidatura, sendo que as mais comuns seriam a possibilidade de um acréscimo do pagamento, na eventualidade de o aplicante se dispor a vender, para além da cara e voz, mais alguma parte do corpo. Junto com o pacote...

O processo de seleção terminou abruptamente, em algumas horas, após terem sido recebidas milhares de candidaturas de todo o mundo. Muitas foram prontamente anuladas!
Havia registo de inscrições em nome de pessoas, cujas fotos pertenciam a familiares, vizinhos e amigos do Facebook que já faziam parte da base de dados da empresa...

É produzido um molde em 3D com o rosto das pessoas selecionadas!
Algumas delas revelaram que é como se fossem maquilhadas para um casamento e lhes retirassem todas as camadas de base, com a mesma espátula usada para rapar as crostas dos tachos na cozinha...

Para além da cedência de todos os direitos da imagem, os escolhidos terão de gravar 100 horas de voz, num discurso programado que aumentará consideravelmente o vocabulário de quem consente que lhe removam todos os dentes da frente, com uma anestesia feita por transferência bancária...

A ideia, consideravelmente económica, para esta aquisição de faces, surgiu depois de a Promobot ter sido processada por usar a cara de Arnold Schwarznegger em robôs experimentais, sem o seu consentimento!
Teve de ressarcir o ator com um pagamento de 10 milhões de dólares e atualizar o navegador do Windows Explorer para o 'Instala o Vista, baby'...

(fonte da imagem: https://metro.co.uk/2021/11/29/tech-firm-will-pay-you-150000-to-sell-your-identity-to-its-robots-15681961/)


(fonte da imagem: https://torontosun.com/news/weird/georgia-man-leaves-job-gets-final-paycheque-in-oily-pennies)

Um homem despediu-se do seu trabalho e o seu novo trabalho é limpar as 90.000 moedas gordurosas que o seu patrão despejou à entrada da sua casa, como pagamento para a sua saída...

Em cima do monte de cêntimos, estava um bilhete com um insulto gratuito, sem despesas em desengordurantes...

Não existe nenhuma lei que impede o empregador de pagar o reembolso em moedas!
Também não deveria existir nenhum patrão que conte cada tostão como se fosse o único...

Toda a cidade está solidária com a tarefa inglória de limpeza que terá pela frente... e por trás!
Menos os arrumadores da zona que não conseguem parar de lhe perguntar, se não tem uma moeda a mais que possa dispensar...

Os milhares de moedas untadas equivalem a 915 dólares!
Demora cerca de 2 horas a limpar cerca de 5 dólares. Por isso, para tirar o óleo a todas as moedas, precisará de cerca de 50 anos de descontos para a segurança social...

Foi um despedimento com justa pausa, dado que o trabalhador tinha de sair mais cedo para ir buscar a sua filha ao centro de dia, antes do final da tarde...

O moedinhas revelou à imprensa local que a moeda tem duas faces!
Questionado se iria levar a cabo alguma espécie de vingança, esclareceu que apenas fez esse comentário porque precisa de esfregar escrupulosamente os 2 lados das moedas...

O desempregado diz que o mais importante é ter o dinheiro do seu lado!
"Mais vale um ser dono de uma moeda, do que ser escravo de duas..." toneladas oleadas!

Enquanto se receia pelo decreto de novo confinamento, muitos noivos realizaram o seu casamento!
Apesar de algumas restrições na cerimónia, é preferível juntar já os trapinhos antes que os caminhos se separem...

A contenção de despesas começa nas despensas e acaba quando todos os envelopes ficam vazios...

Rios de dinheiro são gastos em casamentos, para que um dia inesquecível fique rapidamente afogado ao nível da água que só é servida em casa, na ressaca dos pés em brasa... 


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/couple-spend-2000-cardboard-cutouts-22665875)

Um casal inglês gastou mais de 2 mil euros 'em cartão', com 50 convidados que foram recortados para estarem presentes no dia mais importante... da empresa que recebeu esta encomenda!

Devido à subida do número de casos do Covid-19 no Reino Unido, apenas é possível realizar casamentos com 30 pessoas, onde o distanciamento tem de ser maior que o praticado entre o noivo e a sua sogra...

Pediram fotos a todos os amigos que gostariam de ver presentes e foram esses os únicos presentes que chegaram a receber...

Apenas 14 pessoas compareceram no casório, mas um facto notório foi o desaparecimento de alguns convidados 'encartonados' que podem ter sido raptados e estarão cativos no fundo de gavetas e armários...

Segundo os noivos, o valor gasto nos recortes foi inferior ao que era reservado para álcool!
Todavia, no fim da pandemia, será realizada uma festa em que participarão todos os amigos e familiares (ainda vivos), onde o cartão apenas será utilizado como base para copos...

A vívida memória do confinamento ainda nos assola o pensamento!
Estar em casa para tentar esquecer o que poderíamos estar a fazer, não é uma ideia saudável.
Pelo menos, para quem precisa de sustentar os vícios da alimentação, alojamento e pagamento de contas, a prazo vitalício...

Alguns estilos de vida abraçaram a quarentena como uma travesseira amena. Quando aquece em demasia é voltada do avesso e continua a ser o confesso mais ergonómico...

A maioria encarou-o como uma experiência forçada, ainda assim remunerada por um lay-off subcontratado por um rendimento mínimo de um expoente máximo...


(fonte da imagem: https://www.albawaba.com/editors-choice/german-university-paying-grants-1900-doing-nothing-1375823)

Uma universidade alemã não parece lá muito sã, ao lançar com concurso que remunera participantes disponíveis para fazer o menos possível, durante o tempo que quiserem...

Poderíamos facilmente dizer que o mesmo já acontece com as bolsas que são atribuídas a estudantes diletantes. Seria errado, pois, a capacidade de deslocação entre casa e escola, tem de ser premiada com um par de livros na sacola...

Os concorrentes têm de fazer a candidatura, explicando pormenorizadamente, como pretendem receber os 1.900 dólares sem fazer nada por isso. Ou seja, dá mais trabalho pensar na ideia do que propriamente pô-la em prática...

Para além de todos os desempregados do país, calcula-se que o número de candidaturas pode superar os votos das legislaturas do ano passado...