Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

O poster de uma criança a lambuzar-se com cocó de cão, chamou a atenção de todas as pessoas que não precisam de ser pais, para barrar a autorização de aparecer numa campanha de pasta castanha...

Os responsáveis pela campanha, apressaram-se a esclarecer que a foto é uma montagem!
O facto de a criança, aparecer com as mãos e a boca cobertas de uma matéria barrenta, sentada ao lado de um poio de cão, não levanta a questão se ela estará ou não a ingerir ração processada...

O slogan 'As crianças metem tudo à boca' foi motivo de debate no Reddit.
Alguns usuários, escreveram nos comentários que qualquer criança distingue só pelo cheiro o que deve ou não comer. Outros repudiaram a falta de paladar de quem prefere nem cozinhar, só para ter tempo de apimentar as caixas de comentários das redes sociais...

O poster também alerta que as fezes de cão podem causar cegueira!
Se a menina tiver efetivamente feito a campanha com o produto original, haverá uma ínfima esperança que não chegue a ver a situação pantanosa em que os pais a colocaram...

Se o propósito da campanha era fazer com que todos usassem sacos para apanhar o cocó dos cães, então os pais da menina serão os primeiros a usá-los. Nas suas cabeças, sempre que saírem à rua, sem a supervisão dos seus animais domésticos...

A criança modelo crescerá num pesadelo de se recordar qual o sabor da mousse de chocolate que experimentou, naquele relvado todo minado...

A última frase do cartaz termina com a questão 'E se fosse a sua filha?'.
Independentemente da olaria disponível naquele dia, qualquer pai se orgulharia de ver a sua menina a usar uma colher de sobremesa, enquanto não tem a certeza se fará carreira como modelo de anúncios para donos de cães...

(fonte da imagem: https://www.reddit.com/r/CasualUK/comments/p16po3/imagine_growing_up_and_finding_out_your_parents/)

Foi um Natal diferente de anos anteriores!
Se, para alguns, não houve nenhuma redução na reunião familiar, então os próximos dias poderão confirmar se foi um Natal memorável, no pior sentido positivo...

A alegria natalícia continua a ser embrulhada com laços cada vez menos apertados e as prendas não têm de ficar paradas, após serem usadas sem qualquer reembolso nostálgico...

(fonte da imagem: https://gulfnews.com/world/offbeat/colombian-taxi-driver-and-canine-co-pilot-spread-christmas-cheer-1.1608879247300)

Um taxista colombiano e o seu c(ã)o-piloto espalharam a alegria natalícia (e algum fumo para a atmosfera...) vestidos a rigor com fatos de Pai Natal, óculos de aviador e barba farta por cima do pelo...

O taxista havia encontrado o rafeiro abandonado há alguns anos e desde aí começou a ocupar o lugar do passageiro, onde ninguém gosta de se sentar...

Faz-lhe companhia nos momentos mais difíceis. Não quando está sozinho, mas quando tem clientes que não param de ladrar durante toda a viagem...


Geraram-se filas de pessoas para darem um passeio pela cidade com a companhia canina!
Bem, as filas já existiam devido às compras de Natal e cada vez há menos táxis...

O turno começava às 4 manhã e só fazia algumas pausas depois do recolher obrigatório da pata do cão, após ter realizado a marcação de território...

O canito Colonel também se costuma fantasiar de polícia, durante o resto do ano.
Tem menos atenção, pois os clientes receiam que ele possa meter o nariz nas malas onde não é chamado...

Os filhos das novas gerações já não são exclusivamente humanos!
Planos de uma vida incerta, cuja carteira aperta quando gastamos tempo e dinheiro no que mais gostamos...

Os animais fazem parte das nossas vidas, sempre documentadas em vídeos e fotografias, onde encontramos alegrias em espaços retangulares que seguramos entre os indicadores e os polegares...


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/me-boyfriend-share-bed-7st-22442194)

Um casal de namorados partilha a cama com 2 inquilinos aveludados: um porco freguês e o seu melhor amigo, um bulldog francês...

Cada noite proporciona uma ópera ressonante e o mais impressionante é que o porco não se parece queixar que o trombone do dono está ligeiramente abaixo do tom...

Apesar do que possa pensar, o quarto está sempre limpo e perfumado!
Até porque se o homem não tomar banho, terá de dormir no quarto ao lado...

O porco Pickles foi adotado depois de ter sido abandonado por maus tratos que o forçavam a dormir no sofá, privado de Netflix e pipocas...

Nas suas redes sociais, a dona dos animais, defende que os porcos não são apenas comida!
Também podem ser uma travesseira peluda aquecida...

Singapura é um país reconhecido pelas suas leis rígidas que demovem qualquer cidadão a conspurcar o chão, seja por mascar chicletes ou urinar em público fora duma divisão...

Também era um exemplo de combate ao Covid-19...
Apesar da proximidade com a China, conseguiu suster a primeira vaga da pandemia em 200 casos.
Uma segunda vaga fez disparar para 20.000, o número de casos de cidadãos que chegaram a festejar o fim do isolamento com abraços e apertos de mãos...

O governo já está a preparar várias ações de luta, sendo que uma delas envolve robots amigos que alertam para os perigos do contacto social no seu habitat natural...


(fonte da imagem: https://mn.coronavirusnewslive.com/coronavirus/robot-dog-used-to-enforce-social-distancing-in-singapore-parks-during-coronavirus-lockdown-the-sun/)

O Spot é um robot cão que percorre os parques de Singapura e ladra uma mensagem que não descura o distanciamento social... 


Está equipado com câmeras e sensores para não causar dissabores em quem apenas quer ter marcas de bronzeado nas pernas...
Apesar de alguma desconfiança inicial por parte dos habitantes, as autoridades garantiram que não serão guardados nenhuns dados ou registos da vigilância canina!
Claro, o mesmo já acontece com a app obrigatória de rastreio do Covid-19...

O animal de metal consegue detetar comportamentos de risco. Como piqueniques não autorizados, corridas em grupo e até uma fuga ao fisco...

O vigilante de 4 patas de ferro ainda está em fase de testes. Um dia destes, será muito parecido com um cão normal. Depois de ser programado para cheirar o pára-choques traseiro dos seus colegas e elevar a pata de trás para realizar a mudança de óleo numa árvore ou banco de jardim...

O cão da minha vizinha ladra-me sempre que passo por ele!
Já lhe tentei fazer umas festas. Não correu bem, fiquei com um trabalho de manicure digno de uma quarentena...

O faro destes animais é extraordinário!
Conseguem detetar fenómenos impercetíveis aos humanos. Entre elas, destacam-se o sedentarismo dos donos...


(fonte da imagem: https://www.msn.com/en-gb/news/offbeat/can-dogs-detect-covid-19-canines-in-training-to-sniff-out-virus/ar-BB1331lm)

Já decorrem treinos intensivos com algumas raças de cães que poderão detetar o coronavírus em humanos! Antes de evidenciarem sintomas como febre, tosse ou uma súbita vontade de sair à rua por nenhum motivo aparente...

O projeto inglês pretende colocar cães treinados, nos transportes públicos. Não confundir com aqueles animais que cheiram a cavalo, mas são os únicos que não se apercebem...

O treino atual passa por cheirar amostras de Covid-19, em troco de uma gratificação comestível.
Se o plano tiver bons resultados com humanos, os agentes coruninos poderão ser recompensados com horários alargados, para poderem cheirar traseiros e agregados...