Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Passamos a vida a censurar aquelas pessoas que não trabalham!
Como se fossem os nossos descontos a pagar-lhes o rendimento mínimo garantido...

 

Eu prefiro criticar aquelas pessoas que começam a trabalhar, depois de anos sem o fazer...
(Isto também não acontece, pois não?)

 

Então, vamos todos condenar esta "desmeloada" que deixou de trabalhar para poder amamentar o seu namorado, mais de 20 anos depois de ter dado à luz...

 

HD Abandona o trabalho para amamentar o namorado.j

(fonte da imagem: http://www.worldstarhiphop.com/videos/video.php?v=wshh3akyD1Ydl3qdFiHA&no_hls=true)

 

Tal como o seu namorado bodybuilder, enfarda suplementos para produzir o leite que injeta na boca do atleta, sem o conhecimento do seu PT (Proíbe Tetas).  

 

Ironicamente, ao contrário de todos que abandonam essa ideia estranha do trabalho, esta deve ter sido a única que pessoa não o fez para se agarrar a mamar numa teta...

Os Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang ainda não começaram, mas já foi batido e não agitado um recorde que não é aconselhável a tentar no salto à vara...

 

HD Pyeongchang bate recorde de distribuição de p

 (imagem: https://hips.hearstapps.com/hmg-prod.s3.amazonaws.com/images/olympic-boning-1517524556.png?resize=768)

 

Mais de 110 mil preservativos foram distribuídos pelos atletas que parecem ter uma desculpa, com cheiro a borracha, para se apresentarem cansados nas modalidades fora da cama...

 

São cerca de 37 mangueirinhas de latex para cada um dos 2.925 participantes!

 

Esta medida de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis pode seguramente evitar que alguns atletas possam espetar passar o seu testemunho a outros colegas que ganharão... medalhas que só poderão mostrar aos seus médicos!

Desconhece-se se esta senhora em cadeira de rodas, é atleta paraolímpica, em pleno treino de velocidade enquanto enche a bolsa de medicamentos percorrendo os corredores de uma farmácia... 

 

HD Mulher em cadeiras de rodas rouba farmácia.jpg

(imagem: http://www.bostonherald.com/sites/default/files/styles/gallery/public/media/2016/06/04/082517patticakes5.jpg?itok=753JDqJS)

 

Terá sido coagida pelas suas hemorróidas a perpetrar este crime de prateleiras farmacêuticas?

 

Até pode ter sido um delito inclusivo, mas "A roda da fortuna tanto anda como desanda" e como a lei ainda manda, lá terá de puxar as suas jantes para outra banda...