Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Saudosos os tempos em que os pedidos de casamento apenas eram testemunhados pelos próprios namorados e os ambientes naturalmente criados...

Hoje em dia, todos vemos o homem de joelho no chão, a pedir a mão da sua amada que tem a outra ocupada, a tirar selfies para a manada...

A exigência da audiência, desejosa por tocar na moldura, compromete a criatividade e a candura de quem já não consegue ser feliz sem ter visualizações com fartura...


(fonte da imagem: https://www.fox10phoenix.com/news/man-proposes-to-girlfriend-with-candles-burns-down-their-apartment)

Um namorado -todo queimado- teve a ideia luminosa de acender centenas de velas para pedir a namorada em casamento, com comunhão de bens, a começar pela mobília...

Preparou-lhe uma surpresa com a única certeza que iria poupar na conta da eletricidade...

Depois de decorar a casa, para ter uma noite onde pudesse acender o seu castiçal, cometeu a monumental gaffe de ir buscar a namorada com a casa toda acesa e desgovernada!

Assim que chegaram a casa a temperatura subiu antes do tempo, ao verem o seu apartamento em fogo lento...

Mesmo com o ninho ardido, o ingénuo pirómano fez o pedido sentido que foi aceite de olhos fechados e um cheiro a esturro...

Fazer sexo em tempo de pandemia é uma alergia atópica, tão atípica como uma coceira sazonal que ruboriza quem fricciona uma pele que não é só a sua...

Diversos estudos científicos sobre a transmissão do vírus, permitem concluir que passamos mais tempo com o Google do que com a nossa parceira de pesquisas corporais...

A possibilidade de contágio pela saliva, sangue, fluídos vaginais e sémen, fazem-nos refletir se não deveríamos efetuá-lo unicamente pelo risco de poder reproduzir...  

Ter cuidado com o ato sexual não significa executá-lo como um animal. Se bem que algumas espécies animais só o fazem com o mesmo parceiro que nem baba o travesseiro...


(fonte da imagem: https://www.thesun.co.uk/fabulous/11885268/im-so-scared-of-coronavirus-i-have-sex-with-ppe-on-i-deep-clean-my-bedroom-everyday-we-wear-face-masks-gloves/)

Desde o início do Covid-19, um casal britânico só pratica sexo protegido com máscara e luvas, depois de uma desinfeção tão profunda quanto os detergentes permitem...

A condição foi imposta por uma enfermeira que gosta de levar. Trabalho para casa...

Como qualquer homem, o namorado aceitou a exigência, sem precisar de ouvir os termos...

Já gastaram mais de 3 mil euros em material de proteção, desde o início da pandemia e desta atividade que leva a expressão 'brincar aos médicos' aos cuidados intensivos...

A duração da atividade sexual é programada e não são toleradas posições sexuais em que os parceiros estejam frente a frente!
Antes da pandemia também já era assim. Obviamente sem máscara e luvas. Pelo menos na boca de ambos...

Afinal, estava errado. A decoradora oficial de árvores de Natal não é costureira, no resto dos dias do ano...

Se não gosta de arrumar a árvore de Natal, pode mantê-la de pé (ainda a árvore...) e enfeitá-la com decorações, mais ou menos, completamente lamechas, para o dia dos Namorados!


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/people-redecorating-christmas-trees-valentines-21283247)

As pessoas estão a aderir às decorações (em todas as situações) das árvores que sobreviveram ao Natal, mas que podem já não conseguir erguer os raminhos, no dia dos amorzinhos...

Não há qualquer relação direta, entre as milhares de publicações no Instagram com a hashtag #ValentinesTree e as renas que nos desejam bom Natal em novembro e bom ano, em meados de fevereiro...

Faz sentido decorar a árvore de Natal para o Dia dos Namorados ou é mais razoável pendurar os ovos da Páscoa nos raminhos que já seguraram as bolas vermelhas do menino Jesus???

Ao contrário de outras pinturas manchadas pela ganância humana, esta ideia indiana está a ganhar cada vez mais fama, entre agricultores que não se perdem de amores por macacos que lhes fazem desfeitas ao destruir as suas colheitas!


(fonte da imagem: https://nypost.com/2019/12/03/farmer-paints-dog-like-tiger-to-protect-crop-from-monkeys/)

Um agricultor indiano fez umas madeixas pretas ao seu cão de guarda, de modo a que se parecesse com um tigre para assustar os macaquitos da zona que vêm atraídos pelo aroma...

De início, o agricultor inventor experimentou colocar tigres de peluche pelos campos.
Como os macacos não foram na cantiga, lembrou-se do cão-tigre e ficou assim livre de macaquices e gatunices...

Os homens também assumem a lide da casa, hoje em dia. NÃO!
Um homem, só ajuda nos afazeres domésticos quando não há futebol se apercebe que vai acabar por esfregar o cabo da vassoura sozinho...  

 

Mentira. Os homens colaboram na limpeza doméstica e há inclusive quadros de tarefas que registam a produtividade masculina cuja contrapartida é mais ou menos... genuína!

 

HD Quadro de tarefas e recompensas para o marido.j

(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/dad-shows-chore-reward-chart-18334953)

 

Um casal conflituoso publicou um cartaz assaz vistoso, onde assinala o cumprimento das tarefas designadas para o marido, cujo prémio pode ser bem saboroso e comprido...

Sujeitar o amor de uma vida a uma disciplina rígida só para obter prazeres carnais? Nunca. Mas como há cerveja no pacote, há um mote que se levanta... mais vezes do sofá!

Estou indeciso em condenar a mulher por esta ideia macabra ou o homem por se subjugar a esta tirania feminista. Aliás, estou desconfiado que o prémio final (última linha) por limpar o vomitado seja realmente um BJ. Significa 'beijo', não é?!