Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Ainda esta semana aconselhei uma colega de trabalho a levar na marmita!
Isto podia soar mal, mas foi um conselho saudável para deixar de comer sandes todos os dias. O seu corpo agradece e o estagiário que tem de limpar as migalhas que se barricam nos teclados, também...

 

Um estudo britânico apurou que um trabalhador apenas pára 34 minutos para almoçar, durante a hora completa que dispõe para matar a fome do Facebook e saciar a sede das stories no Instagram...

 

HD Pausa de almoço cada vez mais curta.jpg

(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/how-many-minutes-hours-days-16281639)

 

Esta tendência de diminuição da pausa efetiva de almoço está diretamente ligada à poupança e tenho de escrever aqui saúde também? que a cultura da marmita proporciona a quem já não tem de sair do trabalho/levantar-se sequer para almoçar...

 

São cerca de 12 dias de férias anuais que podemos somar às horas extraordinárias e oferecer aos nossos patrões como prova de fidelidade e compromisso para com a empresa que nos assegura a subsistência e ausência de vida própria...

A flatulência no escritório não bate à porta...
Aparece misteriosamente, assim como as minhas bolachas de chocolate desaparecem do armário ou como sou acusado injustamente de comer a marmita dos outros, apenas baseado no dúbio facto de nunca trazer nenhuma para o refeitório...

Lembro-me de um colega que se baixava sempre para apanhar uma caneta quando tocava a campaínha da receção. Nunca sabia porque seria, mas sempre desconfiei que tinha o senhor Castanho à porta...

 

HD Bullying com peidos no trabalho.jpg

(fonte da imagem: http://www.dalaimamablog.com/2013/02/sharts-and-farts.html)

 

Um funcionário acusou o seu chefe de lhe fazer bullying flatulento no trabalho!
O tribunal cagou para negou o seu apelo de indemnização por danos olfativos, argumentando que "meia dúzia de peidinhos por dia não tornam o ambiente de trabalho assim tão pesado..."

 

O colaborador declarou ao juíz que a intenção do chefe puzete era mostrar-lhe o caminho da porta e (mesmo quando o almoço era uma feijoada bem condimentada) nunca lhe deixou uma janela aberta...

Numa sociedade agitada como a nossa, escasseam as horas livres para a limpeza da casa.
Quem tem poder económico, contrata uma empregada. Quem não pode pagar uma, não convida ninguém lá a casa tem de vergar a mola, agarrar-se ao tubo do aspirador e esfregar todos os seus cantinhos mais sujos...

 

Um entrepreneur (quem nem roupa -qual fato!- tem de usar...) resolveu montar o seu próprio negócio de limpeza ao domicílio e não falta gente a querer que ele lhes lamba lave as carpetes e faça uma arrumação (muito) profunda ao sotão...

 

HD Limpezas a nú.jpg

(fonte da imagem: http://www.newslocker.com/en-uk/news/uk_news/rise-of-the-naked-cleaner-meet-the-home-helps-who-tidy-your-home-in-the-nude/)

 

O Daniel apresenta-se em casa dos clientes com a farda sempre limpa. Cobra cerca de 35 euros à hora e até agora ninguém se queixou do serviço do noviço...

Leva o seu próprio material de limpeza e é solicitado por homens solteiros, mulheres divorciadas, casais aos pares (!?), padres com sacristias imundas, freiras de capelas cobertas de teias de aranha e até alguns sem-abrigo, nos dias em que fazem almoços de família. Ao ar livre...

Quantas vezes já fomos surpreendidos, em restaurantes, com pratos tão bem elaborados que quase não somos capazes de os comer? (Nunca me aconteceu, apenas frequento tascas...)

Recordo-me dum almoço de domingo que a selva representada na salada era tão realista que não fui capaz de retirar os insetos robóticos que boiavam na seiva elaborada...

 

Um café em Taiwan serve gelados incrivelmente realistas de cães bebés que não dão lá muita vontade de os derreter na boca...

 

HD Gelados em forma de cachorros.jpg

(fonte da imagem: https://socialnewsdaily.com/74952/realistic-ice-cream-puppies/)

 

Os clientes podem selecionar a raça do gelado e o sabor do canito. Talvez o contrário!
Também podem escolher comê-los no café ou levá-los para casa numa geleira transportadora com as vacinas bebidas em dia...

Estou farto de ouvir desculpas de pessoas para não usarem transportes públicos!

A gasolina está tão cara, mas sou alérgica a refogados sovacais antes da hora de almoço.
Este mês tenho de pagar o seguro do carro, mas também tenho de pagar para ser tacteado no autocarro...
Não tenho formação académica para manusear um umbrella e só de pensar em pedir ajuda a alguém para me segurar no cabo enquanto eu estico aquela vara toda...

 

HD Guarda chuva dentro do autocarro.jpg

(fonte da imagem: https://www.onenewspage.com/video/20180809/10403356/Passengers-Use-Umbrellas-On-Train.htm)

 

Os passageiros dum comboio nas Filipinas não precisam de fechar os guarda-chuvas para fazerem um percurso tão atribulado quanto a qualidade do telhado...

 

Assim já compensa adquirir este amigo dos cabelos estáticos.
Se fosse a contar quantas vezes já usei o guarda-chuva desde que o comprei... estaria agora a cogitar se o deixei na pastelaria da Maria ou... na mala do carro!