Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

As consultas médicas por telefone vieram para ficar!
Pelo menos, enquanto as taxas moderadoras forem mais económicas que o preço da mensalidade das telecomunicações...

Ser consultado sem ter o olhar atento do médico pode ser estranho!
Principalmente, para quem nunca reparou que os médicos têm a nossa foto na ficha médica. Daí não terem necessidade de desviar o olhar do monitor do computador...

A minha última consulta médica por telefone, ainda durante a quarentena, deixou-me com plena confiança no SNS. Só um profissional de saúde seria capaz de me ligar, a perguntar se estava bem...


(fonte da imagem: https://www.dailystar.co.uk/news/weird-news/hospitals-could-soon-diagnose-heart-22568676)

Os hospitais conseguirão, brevemente, detetar doenças cardíacas através de selfies que os pacientes poderão enviar, juntamente com uma descrição patética que já ninguém tem paciência para ler...

Um algoritmo avançado será utilizado para medir alguns desvios sintomáticos na face dos doentes e conseguir concluir se padecem de alguma forma de insuficiência cardíaca.
Enquanto a fase de testes não está concluída, somente é possível inferir se a pessoa está mais feia e enrugada que na memória do Facebook de anos passados...

De momento, pela análise duma selfie, os médicos apenas conseguem determinar que os pacientes têm muita falta de atenção e excesso de tempo livre...

O eletrocardiograma será em breve extinto e reduzirá abruptamente as consultas presenciais de doentes que teimavam sentir-se mal várias vezes ao ano, para poderem ser barrados com aquele gel gelado e ser-lhe aplicadas ventosas que doem um bocadinho ao descolar da pele... 

A evolução tecnológica marcou todo o percurso das nossas vidas!
Mas como só ficamos a ver jogar e não marcamos, nem nos apercebemos que 'o empate' em que vivemos já é uma derrota antecipada...

Longe vão os dias, em que sentíamos genuínas alegrias quando os equipamentos tecnológicos nos tornavam menos analógicos e, ainda assim, nada digitais...

A utilidade não pressupunha que a perda de inteligência gerasse uma dependência que tornar-se-á numa exigência para sobreviver...


(fonte da imagem: https://www.dailymail.co.uk/femail/article-8503415/Dad-shows-new-hand-gesture-kids-use-theyre-phone.html)

Um pai antigo pediu aos seus filhos para fazer de conta que estavam ao telefone e a resposta foi uma palma esticada encostada à cara...

O mindinho e o polegar esticados deram lugar à palma e uma pose que comprova que as novas gerações preferem dormir a falar com alguém ao telefone...

(Quem é que ainda faz círculos com o punho para pedir a alguém para abrir o vidro do carro?)

O vídeo publicado no Tik Tok andou a reboque de milhares de seguidores numa estrada digital, onde nos passeios e passadeiras, apenas se encontram os velhos e as carpideiras...

A reação da população mais velha acendeu a centelha que a idade pode ser apenas um número ou, na verdade, também é um índice de felicidade, impossível de medir com um algoritmo...