Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

As agulhas de crochê ainda não estão inflacionadas no mercado...
São muito úteis nestes tempos de isolamento e servem como terapia para tricotar fora das redes sociais!

Todavia, não devem ser usadas para silenciar nenhum membro familiar durante a quarentena...

crochet-coronavirus-1055_SAPO.jpg
(fonte da imagem: https://odditymall.com/crochet-coronavirus)

Um blog de crochet ensina todos os 'quarentenos' a tricotar -mais ou menos- um bonequinho com a cara do coronavírus, para termos uma recordação dos tempos em que, lá em casa, não havia lá muita distração...

Os modelos são mais fofinhos que aqueles bichos redondos coloridos!
O pano de fundo de todas as notícias com as estatísticas suspeitas de também usarem máscaras...

Pode ser igualmente uma sugestão de prenda para os próximos aniversários. Uma sugestão como outra qualquer que já não iremos escolher, pedir para embrulhar e lá meter o talão de troca... 

O conceito de música doce vai sofrer, hoje e aqui, uma variante circular e vai deixar a desejar a possibilidade de não querer manter o disco inteiro... por muito tempo!

  

HD Disco de chocolote toca música de verdade.jpg

  (imagem: http://m.cdn.blog.hu/cs/csokimania/image/csokilemez_1.jpg)

 

Uma chocolataria criou um vinyl feito de chocholate que reproduz música real e foi testado num gira discos bem besuntado, cuja agulha... não se queixou da qualidade do disco!

 

É uma ideia genial combinar duas paixões desta grandeza!
Todavia, assumo que será difícil manter o disco intacto na mesa de mistura... sem alguns cortes durante o taste check!!! 

O chef Ljubomir Stanisic também condenaria veementemente este ingrediente e alinharia as suas agulhas diretamente para mais uma queixa escandalosa a entregar na ASAE...

 

15967855-large.jpg

(imagem http://www.cornwalllive.com/images/localworld/ugc-images/276391/Article/images/30286924/15967855-large.jpg)

 

Duas clientes diferentes, separadas por 200 kms, encontraram agulhas no interior de feijões-verdes, provenientes da cadeia de supermercados Morrisons!!!

 

Ambas tiraram fotos como prova, uma enquanto cortava os vegetais e a outra quando já tinha feito a prova dos mesmos e instalado um piercing não esterilizado...

 

Cada vez mais vivemos em tempos de desconfiança e insegurança, em relação ao alimentos que consumimos e é tão fácil depararmo-nos com produtos sem qualidade como encontrarmos uma agulha num palheiro feijão-verde...

Felizmente tive a sorte de poder aprender a costurar desde pequeno. Nesta altura, o rol de insultos à minha virilidade já descolou de valores como educação e igualdade sexual.

 

Fazer bainhas a calças, coser meias e pregar botões são os únicos pontos que já somei. Talvez esteja a ser modesto, também me desenrasco bem no crochet e no bordado artesanal. Se isto faz de mim menos homem, então a transexualidade existe mesmo!

 

Detesto perder agulhas e já desenvolvi um esquema para as recuperar rapidamente. Costurar no sofá resolve todos os problemas. As agulhas ficam espetadas na almofada da minha namorada e, além disso, é a única forma de a ver gritar e saltar no sofá.

 

woman in a sofa.jpg