Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

A principal dificuldade em detetar surtos de Covid-19 é compreender porque é que as pessoas consideram a sua vida social mais importante que a saúde de todos...

Depois da proibição de festivais e ajuntamentos, ainda existem vários mandamentos lapidados em mentes quadradas. Notícias em todo o mundo, registam infeções evitáveis que não escolhem religiões, nem crenças saudáveis...

A tradição alimenta a cultura que perdura como uma vacina milenar...

Os negócios em família resultam sempre numa quezília, apenas sanada depois de gerações de falência e insolvência...


(fonte da imagem: https://www.buzz.ie/news/groom-dies-and-over-100-guests-test-positive-for-covid-19-after-wedding-in-india-376585)

Um noivo indiano contagiou mais de uma centena de convidados, depois de assegurar que apenas a morte pode separar marido, mulher e toda uma pobre província...


Alegadamente, já estava doente antes do casamento. Mas como em qualquer matrimónio martelado, ninguém fica chateado se o noivo está adoentado antes de cometer o primeiro pecado...

Faleceu 2 dias depois no hospital, sem chegar a ver o enxoval da sua mulher...

Como o corpo foi cremado, não chegou a ser autopsiado e comprovado o possível contágio!

A confirmação chegou em coro solene, num funeral onde compareceram todos os familiares e amigos. Inclusive aqueles que não tiveram a sorte de ser convidados para cumprimentar os noivos durante o casório...

Ainda não há certezas sobre a origem do Coronavírus!
Pode ter surgido num estrugido de morcego, cozinhado num laboratório ou ter aparecido primeiro num humano que não voltou a abraçar o seu pangolim...

Ao contrário do que acontecia no início da pandemia, surgem cada vez mais casos positivos em animais domésticos. Segundo os  cientistas, isto deve-se ao facto de as pessoas apenas terem cumprido a proibição da prática de abraços e beijinhos... com a família e vizinhos!

A possibilidade de mutação do vírus em animais, e retransmissão da infeção em humanos, é motivo de preocupação crescente. Alguns donos mais prevenidos, começaram já a deixar os seus animais fechados, agora que voltaram a trabalhar...

Para quem julga que esta hipótese é uma mera macacada, pode constatar que uma dentada num tubo de ensaio pode garantir uma ferida na gengiva. E depois, um desmaio...


(fonte da imagem: https://www.livescience.com/monkey-steals-covid-19-blood-samples.html)

Um gang de macacos organizados, patrocinados por uma vontade de meter tudo à boca, furtou amostras de sangue com Covid-19 positivo...

Entraram à socapa num laboratório de uma universidade na Índia e foram diretamente às amostras.
Nem se deram ao trabalho de procurar nas gavetas, alguma banana esquecida...

Depois de cometerem o roubo, também foram filmados a roer luvas cirúrgicas!
Desconhece-se se as luvas estavam contaminadas ou se apenas foram trincadas para ajudar na digestão...

Não há nenhuma prova que os macacos possam ficar contagiados.
Contudo, podem espalhar o vírus pelas povoações na proximidade e exigir saber a verdade quanto ao número real de casos existentes no país...

De notar que ao saborear o saque, cada macaco se deu ao trabalho de manter o distanciamento, no seu galho...

A desobediência ao confinamento tem aumentado significativamente!
Durante as semanas de quarentena, muitos já questionam se valerá a pena, ficar em casa, confortável e aguardar pelo fim da cena do próximo filme...

O crime de desobediência à propagação da doença pode ir até 2 anos de prisão.
Os números da pandemia confirmam que o confinamento entre 4 tábuas pode ir até ao fundo da cova...

Como a prisão não consegue demover os covidiotas de tossir fora de portas, já foram implementadas novas medidas que conseguem agarrar a atenção de quem foge à instrução...


(fonte da imagem: https://nypost.com/2020/04/28/indian-cops-using-tongs-to-nab-people-breaking-coronavirus-lockdown/)

A polícia na Índia tem mais uma ferramenta de proteção para combater a pandemia.
É uma língua em gancho que consegue imobilizar o infrator sem precisar de sentir o seu odor...

O dispositivo ferranchal tem cerca de metro e meio de comprimento e evita que o agente policial tenha de tocar nos suspeitos e possa usar apenas as algemas para apimentar a quarentena com a sua esposa...

Depois do capacete corona, da viatura covid, é o gancho coronista a resolver todos os problemas, sem necessidade de qualquer revista...

Milhares de indianos já se insurgiram contra este atentado aos direitos humanos!
Até o gado é melhor tratado e inclusive é adorado...

Vários detidos relataram a sua experiência traumática com o enganchamento.
A maior parte confessou que já teve horríveis pesadelos. Apenas comparáveis com os momentos de terror que sofrem sempre que as suas mulheres usam uma pinça para lhes arranjar a monocelha... 

Mais uma vez, a Índia tenta 'capacetar' a população dos riscos de sair à rua durante a pandemia!

Apesar de os números ainda serem baixos naquele país, o pior cenário aponta para uma infeção de 500 milhões de pessoas. Sendo que a maior parte necessitaria de uma casa, para poder cumprir uma quarentena...


(fonte da imagem: https://www.ibtimes.com/indian-inventor-revs-corona-car-drive-home-lockdown-message-2955101)

Um carro de um vírus gigante, circula como um descongestionante pelas ruas da Índia!

Pode atingir os 40 km/h, apenas nas estradas especialmente equipadas com alcatrão ou asfalto...

Ao contrário do esperado, a medida não tem funcionado!
Uma vez que são mais os habitantes que saem de casa para brincar com o brinquedo, do que aqueles que ficam a espreitar pela janela em segredo...

Muitas mulheres solteiras que ficam em casa, já reportaram às autoridades que os espetos do carro, têm umas pontas vermelhas que lhes levantam as sobrancelhas e as obrigam a procurar refúgio nos braços de um vizinho mais solidário... 

A polícia de trânsito tem realizado frequentes operações para fiscalizar as deslocações de condutores que alegam ter razões para mexerem os peões dos seus tabuleiros de casa...

Não são as habituais atividades em que se pede aos condutores para soprar ao balão!
Até porque alguns, podem ter até algumas dificuldades de respiração...


(fonte da imagem: https://www.boredpanda.com/indian-policeman-wears-coronavirus-helmet-warn-people-stay-home/?utm_source=google&utm_medium=organic&utm_campaign=organic)

A polícia na Índia usa capacetes esculpidos com o coronavírus, para assustar a população e enviá-la para casa, para sonhar com o bicho papão...

Sempre que as pessoas saem à rua, apanham o vírus a barrar-lhes o caminho (para o resto das suas vidas...)

A medida parece estar a ter um 'forte impacto', principalmente naqueles que não conseguem diminuir a velocidade e acabam por ter um acidente de percurso, por não ouvirem o repetido discurso... #stayhome