Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Singapura é um país reconhecido pelas suas leis rígidas que demovem qualquer cidadão a conspurcar o chão, seja por mascar chicletes ou urinar em público fora duma divisão...

Também era um exemplo de combate ao Covid-19...
Apesar da proximidade com a China, conseguiu suster a primeira vaga da pandemia em 200 casos.
Uma segunda vaga fez disparar para 20.000, o número de casos de cidadãos que chegaram a festejar o fim do isolamento com abraços e apertos de mãos...

O governo já está a preparar várias ações de luta, sendo que uma delas envolve robots amigos que alertam para os perigos do contacto social no seu habitat natural...


(fonte da imagem: https://mn.coronavirusnewslive.com/coronavirus/robot-dog-used-to-enforce-social-distancing-in-singapore-parks-during-coronavirus-lockdown-the-sun/)

O Spot é um robot cão que percorre os parques de Singapura e ladra uma mensagem que não descura o distanciamento social... 


Está equipado com câmeras e sensores para não causar dissabores em quem apenas quer ter marcas de bronzeado nas pernas...
Apesar de alguma desconfiança inicial por parte dos habitantes, as autoridades garantiram que não serão guardados nenhuns dados ou registos da vigilância canina!
Claro, o mesmo já acontece com a app obrigatória de rastreio do Covid-19...

O animal de metal consegue detetar comportamentos de risco. Como piqueniques não autorizados, corridas em grupo e até uma fuga ao fisco...

O vigilante de 4 patas de ferro ainda está em fase de testes. Um dia destes, será muito parecido com um cão normal. Depois de ser programado para cheirar o pára-choques traseiro dos seus colegas e elevar a pata de trás para realizar a mudança de óleo numa árvore ou banco de jardim...

Afinal, estava errado. A decoradora oficial de árvores de Natal não é costureira, no resto dos dias do ano...

Se não gosta de arrumar a árvore de Natal, pode mantê-la de pé (ainda a árvore...) e enfeitá-la com decorações, mais ou menos, completamente lamechas, para o dia dos Namorados!


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/people-redecorating-christmas-trees-valentines-21283247)

As pessoas estão a aderir às decorações (em todas as situações) das árvores que sobreviveram ao Natal, mas que podem já não conseguir erguer os raminhos, no dia dos amorzinhos...

Não há qualquer relação direta, entre as milhares de publicações no Instagram com a hashtag #ValentinesTree e as renas que nos desejam bom Natal em novembro e bom ano, em meados de fevereiro...

Faz sentido decorar a árvore de Natal para o Dia dos Namorados ou é mais razoável pendurar os ovos da Páscoa nos raminhos que já seguraram as bolas vermelhas do menino Jesus???

Nem toda a gente tem uma aptidão nata para decorar uma árvore Natal.
Há quem consiga fazer uma decoração brilhante, enquanto outros (não eu!) acabam por ficar presos à árvore, eletrocutados nas luzes e com uma bola vermelha enfiada na boca...

Felizmente, existem profissionais de decoração que cobram apenas a deslocação e um valor simbólico que nem é muito, se pensarmos que poderíamos estar a deitar dinheiro fora...


(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/woman-paid-13-hour-decorate-21108631)

Uma mulher australiana cobra cerca de 15 euros à hora para decorar árvores de Natal!


Utiliza somente o material decorativo disponibilizado pelo cliente. Traz apenas a sua experiência e bom gosto para posicionar as peças nos raminhos certos à distância ideal ?!

Não adianta reservarem os seus serviços, pois tem a agenda cheia até ao Natal!
A notícia não esclarece qual é a sua ocupação o resto do ano. A julgar pelo seu decote na imagem... será costureira de ponto corrido ou corta e cose!!! _._._._._._

As tradições começam a ser consideradas 'sem pé nem cabeça', principalmente quando é natural decorar a casa com uma árvore de Natal... 'de pernas para o ar'!


(fonte da imagem: https://www.marthastewart.com/1524196/upside-down-christmas-trees)

Não é novidade, mas a popularidade das árvores de Natal invertidas tem enfeitado as redes sociais, com raminhos espetados, bolas suspensas e prendas pretensas...

O Natal é quando alguém o quiser mostrar... na internet!

Aparentemente, são amigas dos animais e de habitações pequenas.
Pessoalmente, são inimigas das cerejas no topo do bolo estrelas no topo das árvores. E de quem só desvia o olhar do smartphone para olhar para o teto, quando todas as luzes se apagam...

Até gosto de ver alguém usar acessórios de Natal em ocasiões de festa, como um barrete vermelho na testa ou uma bandolete com armações de rena (não colocadas pelo parceiro...)

 

Ver uma mulher vestida de árvore de Natal com azevinhos a crescer nas sobrancelhas e musgo descontrolado a brotar pela sovacada fora... faz-me querer subir a um pinheiro e não querer jamais descer!

 

HD Mulher obcecada com moda natalícia.jpg

(fonte da imagem: https://www.standardmedia.co.ke/evewoman/article/2001307453/christmas-obsessed-fashion-designer-wonders-if-she-was-a-xmas-tree-in-her-past-life)

 

Jenny Wilson é uma fashion designer que afirma ter sido uma árvore de Natal no passado, mas não manteve enterrado o espírito decorado que é capaz de arruinar este doce feriado...

 

Algumas tradições e raízes devem permanecer intactas, outras aberrações decorações ficam muito bem guardadas num armário, cujas portas só devem abrir num Carnaval chuvoso, muito distante do dia de Natal...