Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos


Agricultores britânicos estão a converter bosta de vaca em pilhas de caca que podem ser recarregáveis. Com energia elétrica, não com enchidos compactados de patê bovino...


Um só quilo de merda de vaca pode produzir energia suficiente para pôr um aspirador doméstico a trabalhar 5 horas seguidas. Convém é desligá-lo, se acreditarem que a casa até ficou bem aspirada na semana passada...

Esse mesmo quilo de fezes equivale a 3,75 Kwh de eletricidade!
Quem tem um veículo 100% elétrico, sabe que esta autonomia não chega sequer para chegar ao posto de carregamento automóvel que, estando operacional, também está ocupado por alguém que passa um tempo infinito a tentar espetar a mangueira no buraco errado...

O aproveitamento da matéria fecal não se fica pela produção de energia combinada para uma alternativa renovável. Depois da remoção do biogás, o estrume volta novamente para a terra, onde pode fertilizar o campo ou servir como uma pequena montanha de cocó que é bonita de se ver, com o nariz bem longe do montinho...

A produção das pilhas renováveis adquire um formato único e tresmalhado!
São indicadas para serem usadas em comandos de TV e utilizadas por gado sedentário que só se levanta do sofá para depositar o seu excesso de peso processado contratado pela Glovo e Uber Eats...

As pilhas só devem ser recarregadas durante o tempo estritamente necessário!
Se ligadas à corrente por tempo prolongado, podem emanar um cheiro a esturro biológico que pode sugerir que se faça uma nova pausa na transmissão da Netflix...


As pilhas são do tipo AA, como as dos coelhinhos da Duracell!
Como são produzidas por vacas preguiçosas, a sua autonomia dá para o tempo suficiente até darem o peido... 

A embalagem das baterias pode assemelhar-se àqueles pequenos pacotes de leite para crianças!
Não devem ser guardados nas mochilas dos estudantes, pois podem fazer muito peso quando acumulados junto aos livros e cadernos de disciplinas que nem sequer têm professores colocados...

Esta tendência ecológica está a suscitar o interesse de vários pequenos agricultores em todo o mundo. Sendo uma energia alternativa recente, ainda existe uma enorme falta de formação e comparticipação governamental. Foram descobertos alguns casos erráticos de lavradores que utilizavam formas de biscoitos decorativos para fazer as suas pilhas caseiras em fornos de lenha...


A Arla, empresa pioneira desta indústria de caganeira, comprometeu-se a desenvolver ainda mais esta forma de redução das emissões produzidas pela alimentação dos seus bovinos!
Existe já um protótipo de uma powerbank capaz de armazenar energia sustentável para alimentar todas as máquinas de corte do matadouro onde as vaquinhas acabam quando a sua bateria morre...

Os trabalhadores locais da empresa, sentem-se cada vez mais orgulhosos ao encher pás de bosta para carregar nas carrinhas de caixa aberta. No fundo das suas costas, onde se alimentam as hérnias discais, sabem que o seu suor não está a escorrer para o fundo de um rego sem fim à vista...

(fonte da notícia: https://www.dailystar.co.uk/news/weird-news/farmers-making-cow-poo-batteries-25495451)

15 comentários

Comentar post