Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Como são o maior grupo de risco, os idosos devem manter-se resguardados em casa, enquanto o coronavírus não decidir afastar-se da humanidade...

As bochechas das crianças deixaram de estar em risco de ruborescer. Agora que estão longe dos avós, para lhes apertar e fazer tremer até eles começarem a gritar...

Os idosos contam que o mais lhes custa no isolamento é não poder abraçar os seus netos!
Também lhes custa ficar em casa, quando gostariam de poder entrar nos transportes públicos, à hora de ponta, para encher o autocarro de perfumes e odores não classificados como pandemias...

Já não é mau poder ver as crianças pelas janelas. Mas se for possível tocar nelas, sem causar nenhum perigo, então o jazigo que espere pela próxima vaga...

hug-their-grandparents-in-lockdown_540.jpg
(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/mum-comes-up-heartwarming-idea-22025249)

Uma mãe teve uma ideia plastificada, em que os avós podem abraçar os seus netos e serem apenas contagiados com uma doença que só o amor pode curar...

Colocou 2 manguitos de plástico, devidamente isolados numa porta que dá acesso ao exterior e transporta os abraços dos meninos para o seu interior...


Alguns vizinhos meus já utilizam, há alguns anos, uma técnica similar nas janelas. Embora eu desconfie que só o façam para não terem de substituir os vidros partidos...

As crianças não se importam com o facto de terem de esfregar a cara numa cortina de plástico.
Mas ficam um nadinha tristes de não poderem sentir nas mãos dos avós, uma notinha dobrada em papel...

A indústria do sexo também foi vigorosamente abalada pela pandemia!

Homens infiéis que tinham por hábito contrair várias doenças venéreas, lamentam-se que só têm à sua disposição, o Covid-19 na ementa do take-away...

Também mulheres que sonharam ser bailarinas, em pequeninas, queixam-se que o único varão que podem polir, é justamente aquele que as faz dançar...

Para dar a volta (e cair de pernas abertas...) à crise na clientela, há que tornar o negócio mais apelativo para quem vai buscar de comer fora e traz efetivamente comida...

skynews-lucky-devil-lounge-540.jpg
(fonte da imagem: https://news.sky.com/story/coronavirus-strip-club-offers-drive-thru-service-during-us-lockdown-11986446)

Um clube de striptease na América, oferece danças de varão enquanto os clientes aguardam pela entrega da comida que encomendaram...

O dono da casa de arejamento resolveu manter a cozinha a funcionar, para aproveitar as suas dançarinas que têm sempre o forno ligado...


Os clientes habituais aplaudiram a ideia. Só com uma mão...

Não há nenhuma nudez. O freguês pode perfeitamente filmar a recolha da comida e partilhar no Instagram que a carne é bem servida, embora lhe falte algum molho...

Graças a esta reinvenção do take-away, o patrão conseguiu tirar 6 funcionárias de casa, 4 colaboradoras dos quartos e ainda outras 2 empregadas que já (se) entregavam no domicílio...    

Singapura é um país reconhecido pelas suas leis rígidas que demovem qualquer cidadão a conspurcar o chão, seja por mascar chicletes ou urinar em público fora duma divisão...

Também era um exemplo de combate ao Covid-19...
Apesar da proximidade com a China, conseguiu suster a primeira vaga da pandemia em 200 casos.
Uma segunda vaga fez disparar para 20.000, o número de casos de cidadãos que chegaram a festejar o fim do isolamento com abraços e apertos de mãos...

O governo já está a preparar várias ações de luta, sendo que uma delas envolve robots amigos que alertam para os perigos do contacto social no seu habitat natural...

cão robot 540.jpg
(fonte da imagem: https://mn.coronavirusnewslive.com/coronavirus/robot-dog-used-to-enforce-social-distancing-in-singapore-parks-during-coronavirus-lockdown-the-sun/)

O Spot é um robot cão que percorre os parques de Singapura e ladra uma mensagem que não descura o distanciamento social... 


Está equipado com câmeras e sensores para não causar dissabores em quem apenas quer ter marcas de bronzeado nas pernas...
Apesar de alguma desconfiança inicial por parte dos habitantes, as autoridades garantiram que não serão guardados nenhuns dados ou registos da vigilância canina!
Claro, o mesmo já acontece com a app obrigatória de rastreio do Covid-19...

O animal de metal consegue detetar comportamentos de risco. Como piqueniques não autorizados, corridas em grupo e até uma fuga ao fisco...

O vigilante de 4 patas de ferro ainda está em fase de testes. Um dia destes, será muito parecido com um cão normal. Depois de ser programado para cheirar o pára-choques traseiro dos seus colegas e elevar a pata de trás para realizar a mudança de óleo numa árvore ou banco de jardim...

A reabertura de cabeleireiras e esteticistas mereceu uma especial atenção por parte da Direção-Geral de Saúde, no que respeita aos cuidados com as unhas!

Deve-se evitar pintar as unhas! Não só porque algumas cores provocam enjoos e vómitos em pacientes sãos, mas também pela acumulação de partículas virais nos esmaltes dos vernizes.
Esses pequenos fragmentos, podem ficar alojados entre a carne, a unha e mais uma testemunha dos sintomas do vírus...

Recomenda-se um tamanho curto, nunca comparável com lâminas e facas de cozinha!
As unhas curtas garantem uma maior higiene. Principalmente depois de esfregar bem as mãos, após lavar toda a loiça das refeições...

Um exemplo a não seguir, denunciar e enxovalhar, passou de mãe para filha!
Se bem que a pequena nem sequer tem dentes para roer as unhas...

1_Mum-slammed-for-putting-acrylic-nails-on-her-bab
(fonte da imagem: https://www.mirror.co.uk/news/weird-news/mum-criticised-parents-after-putting-21984805)

Uma progenitora malfeitora publicou uma foto onde mostra o vergonhoso trabalho de manicura, realizado nos dedos da sua filha, que ainda parecem ter tamanho para estar agarrados a maminhas...

As unhas acrílicas cortadas em forma de bailarina, estão decoradas com pedras brilhantes, purpurinas e uma delas tem o símbolo da Louis Vuitton gravado. Para ainda dar mais luxúria azeiteira ao seu pecado...

Assim que a foto apareceu na rede social Reddit, todos os utilizadores reagiram com milhares de pinturas à pistola...

Várias mães apreensivas condenaram o gesto e alertaram para a tremenda dificuldade que a criança terá para fazer o desfralde e começar a limpar o seu próprio rabinho...

Para além do mau gosto, há um perigo eminente da menina 'deitar um olho' ao que a mãe está a fazer...

Enquanto sufocava com a máscara e esperava para ser atendido na farmácia, ouvi uma senhora a lamentar-se pelo facto de o seu filho estar fechado em casa, sem fazer nada...
O farmacêutico mostrou-se compreensivo e pediu-lhe tolerância durante este período complicado.
Ela garantiu-lhe que nada tinha a ver com a pandemia. Desde que saiu da escola, nunca quis ir trabalhar...

O aborrecimento tem comprovado porque é que não aguento percorrer os feeds das redes sociais...

Algumas brincadeiras até são saudáveis para passar o tempo.
Outras parvalheiras escorrem pelas calças como carpideiras infiltradas nas algibeiras...

Pee_Your_Pants_Challenge_540.jpg
(fonte da imagem: https://www.vkmag.com/magazine/mensen_doen_de_vreemdste_dingen_in_lockdown_de_pee_your_pants_challenge)

Pee in your pants challenge é o morno desafio que está a pingar no Tik tok e levou a reboque milhares de utilizadores que demonstram ter fugas por todos os lados... 


Tudo começou com uma paródia de um jovem que queria mostrar como a internet é um riacho proveniente duma nascente de esgoto. Desagua nas pontas dos dedos de quem só os viu em fotos e vídeos...

A moda rapidamente encheu as bexigas de quem sofre de incontinência de atenção!

A motivação para a realização deste objetivo, leva os participantes a ingerirem uma maior quantidade de cerveja. Só para se certificarem que conseguem superar a prova, de molharem a tijoleira da casa de banho...

A trend mijatória está a alcançar a trajetória da população mais idosa!
Vários influencers descobriram o potencial dos mais velhinhos para fazer este desafio. Muitos deles nem sequer têm redes sociais, para partilhar o bom funcionamento dos seus genitais...

A marca Tena Pants já avançou com uma ação de protesto!
Viu a sua faturação cair a pique, sem salpicar nenhuma gota para o fabricante deste vedante...