Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

As placas de limite de velocidade nas estradas são, para a maior parte dos condutores, indicadores de percentagem de conclusão de percurso. Ora, se ali marca 40... tenho de me despachar pois ainda estou muito atrasado...

 

Mas para quem vive junto a ruas rápidas, o perigo leva os moradores a colaborar com as autoridades de segurança rodoviária para abrir os olhos a quem já encerrou o troço da responsabilidade!

 

HD Sinal caseiro para diminuir velocidade dos carr

(fonte da imagem: https://www.upi.com/Odd_News/2018/06/27/Michigan-man-uses-homemade-sign-to-deter-speeders/3011530115585/?utm_source=sec&utm_campaign=sl&utm_medium=12)

 

Esperemos que nenhum condutor responda afirmativamente à questão colocada no aviso caseiro, ao abalroar a placa com um pára-choques pintado a cinza cego...

Aonde é que pára a polícia?
Não é o filme de humor dos anos 80, é a pergunta que as pessoas geralmente fazem quando presenciam um momento de tensão ou necessidade de atenção...

 

Por vezes, a polícia anda muito bem ocupada a procurar bonecos de peluche que se perdem em Nova Iorque. Habitat natural não recomendado para chitas fofas e felpudinhas.

 

HD Polícia ajudar criança a procurar o seu brinq

(fonte da imagem: http://abc13.com/society/boy-asks-police-to-help-find-lost-stuffed-animal-ri-troopers-respond/3627338/)

 

Apesar de não conseguirem encontrar o peluche, as autoridades policiais responderam ao apelo da mãe da criança e enviaram-lhe um novo Inspetor Chita, com as costuras reforçadas nas patinhas!


Durante os dias de intensa procura, também prenderam alguns ladrões e autuaram condutores que ultrapassaram os 120 km/h: a velocidade máxima detetada em radar numa parrachita...

A medicina evolui à velocidade da luz, mas ainda não consegue contrariar o ciclo da vida!
Mas um cemitério de uma junta de freguesia de Viseu consegue e não permite falecimentos fora dos dias estipulados pois as regras são para cumprir e a morte não é nenhuma desculpa...

 

HD Falecimentos apenas são permitidos à quinta e

(imagem: http://cdn.ptjornal.com/wp-content/uploads/2018/01/xcemiterio-coutos.jpg.pagespeed.ic.rgPjU2Id13.jpg)

 

Coimas para falecidos reincidentes e uma app para visitas online a campas são algumas das medidas implementadas pelo cemitério que mais parece doutro hemisfério...

 

Há que respeitar as regras dos cemitérios e seguir os seus critérios, por isso toca a despachar as consultas todas até quarta, porque quinta e sexta feira são os dias para remexer na algibeira de alguém que nem chegou a despedir-se da sua adorada arrastadeira...

Mulheres grávidas nas redes sociais estão ao mesmo nível de frequência que a peixeirada diária de futebolismo naqueles canais portugueses que só deveriam passar notícias sérias...

 

Mas, como não há grande coisa a criticar numa gravidez normal de barriguinha proeminente, os cordões umbilicais sociais enrolam-se sempre que possível a casos suspeitamente lisos!

 

HD Grávida criticada por não ter barriga.jpg

(imagem: http://cdn2.tstatic.net/style/foto/bank/images/reanna-stephens-dianggap-pura-pura-hamil-lantaran-perutnya-tak-membesar_20180104_000544.jpg)

 

Reanna Stephens, uma jovem de 18 anos, está a ser devastada na internet, por ter uma gravidez de 6 meses sem lomba para reduzir a velocidade das críticas...

 

Como os americanos não conhecem a Carolina Patrocínio, limitam-se a criticar apenas o que se desenvolve no interior... do seu país!

Desconhece-se se esta senhora em cadeira de rodas, é atleta paraolímpica, em pleno treino de velocidade enquanto enche a bolsa de medicamentos percorrendo os corredores de uma farmácia... 

 

HD Mulher em cadeiras de rodas rouba farmácia.jpg

(imagem: http://www.bostonherald.com/sites/default/files/styles/gallery/public/media/2016/06/04/082517patticakes5.jpg?itok=753JDqJS)

 

Terá sido coagida pelas suas hemorróidas a perpetrar este crime de prateleiras farmacêuticas?

 

Até pode ter sido um delito inclusivo, mas "A roda da fortuna tanto anda como desanda" e como a lei ainda manda, lá terá de puxar as suas jantes para outra banda...