Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Por vezes, acontece mesmo estar à hora errada, no sítio errado mas com a planta certa!
Cidreira? A sério? Não é bem essa...

 

Um direto para uma TV inglesa, sobre uma plantação de cannabis, acabou por apanhar um jovem a passear um vaso verdejante que começou a correr quando viu que estava a ser filmado...

 

HD Apanhado em direto com vaso de cannabis no meio

(fonte da imagem: http://www.dailymail.co.uk/news/article-5735245/Youth-carrying-potted-plant-sprints-live-broadcast-known-CANNABIS-FARM.html)

 

A investigação policial culminou com a apreensão de mais 87 vasos, se bem que estes não apreciavam um passeio pela rua, só para esticar os raminhos...

 

O casal acusado da posse de marijuana, primeiro alegou que era para consumo próprio!?
Depois que nem era para eles, era para clientes... com cancro! É isso... e fazia-lhes bem!!!
Entretanto lá confessaram a verdade e assumiram que só cultivam as plantas porque estas tinham umas folhas muito bonitas e era bom de se ver...yassss!

A primeira vez que o Bolinhas apareceu aqui no blog, o cenário não era de chuva forte mas sim de trovoada pesada dentro de um veículo com excesso de passageiros jabardolas!

 

Desta vez, surge como um aliado abocanhado do ritual de um passeio que na iminência de precipitação... vem munido com um guarda-chuva na mão boca!

 

HD Passear o cão... de guarda-chuva na boca!.jpg

(fonte da imagem: http://gfnews.theclassifiedsplus.com/item/301080_dog-rides-on-back-of-motorcycle-holds-umbrella)

 

Um passeio de mota à canzana foi registado em vídeo na Tailândia, onde o pendura tem a dentadura à prova... de tempo seco!

 

Se continuam a arranjar desculpas para não passearem o cão com esta chuva e vento fortes, ensinem o vosso cão a usar igualmente capacete. Já agora façam o mesmo, só para não se constiparem...

Mesmo depois de ultrapassarmos o pico da gripe deste Inverno, não podemos descurar o consumo de vitamina C! Mas temos de comprá-la ao preço do mercado. E se alguém nos falar num bom negócio de laranjinhas genéricas, convém sempre pedir o recibo...

 

HD Laranjas roubadas intercetadas sem cinto de seg

(imagem: https://media1.s-nbcnews.com/j/newscms/2018_05/2312076/180131-world-oranges-spain-1050_1b343497df034be03d8e99448f39ad6a.nbcnews-fp-1024-512.jpg

 

4 toneladas de laranjas foram apreendidas em Espanha depois de andarem a viajar sem selo de garantia no interior de 2 carros e uma carrinha forradas de sumo e casquinha...

 

Basta fazer uns passeios de casca rija desta carga citrina e montar uma empresa é canja!
E, ao preço que está a laranja, enquanto não se vende fruta a quem esbanja... este é o melhor negócio que se arranja!

Monumentos, museus e paisagens já não são os destinos lúdicos preferenciais dos portugueses.

Para aproveitar da melhor maneira algum tempo livre, por que não fazer como este casal e dar um longo passeio para ver de perto alguns locais da tragédia de Barcelos?

 

Untitled-3-35.jpg

(imagem http://elegante.pt/wp-content/uploads/2017/03/Untitled-3-35.jpg)

 

A cara de felicidade desta senhora é indescritível, quando confessa à jornalista da TVI que 'veio de longe' propositadamente para ver os locais da chacina!

 

Ao que parece não ficaram muito tempo em Barcelos pois tinham outra agenda vermelha para o fim da tarde.

- Mulher, temos de abandonar!
Isto até é bem bonito de se ver, mas deu no rádio que houve um acidente em cadeia na A7...

 

Um passeio de carro perfeitamente usual entre um casal. Eu conduzo, recebo indicações e também ajuda de navegação, quando há silêncio!

 

Vira aqui. Ultrapassa esse. Entre outras dicas preciosas, extremamente úteis quando estou parado num semáforo. Há pessoas que têm dons naturais de orientação e navegação. Outras, como eu, têm de esperar que essas pessoas recebam notificações no facebook para estarem distraídas com algo mais importante do que evitar morrer na estrada.

 

Eventualmente fartei-me e disse-lhe que se não parasse com os gritos e os bracejares, estancaria o carro e a colocaria borda fora.

 

casal a discutir no carro.jpg

 
O resto do percurso foi um sossego e pude acabar de ler os Cem Anos de Solidão na parte de trás do carro.