Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Calma, não vou fazer nenhum tutorial sobre unhas e testemunhas!
Venho apenas divulgar um comunicado de um diretor de uma escola do Reino Unido, onde obriga os alunos a ter as unhas devidamente cortadas e convenientemente não coloridas...

 

HD Unhas bem cortadas para aulas bem ensinadas.jpg

(imagem: https://i.ytimg.com/vi/DAVKF-cGhLg/maxresdefault.jpg)

 

Este diretor de unha curta quer defender o ensino com unhas e dentes e obriga-as a ser bem rentes, com um coumprimento que não promova acumulação de má higiene...

 

Os pais dos alunos mostraram o seu descontentamento nas redes sociais e protestaram contra esta norma de educação de corta-unhas numa mão e um smartphone na outra...

Numa altura em que os docentes desesperam por uma colocação, surge esta notícia pedagógica onde um aluno coloca o seu futuro nos braços do seu professor... 

 

HD Professor segura filho de aluno enquanto dá au

(imagem: https://img.huffingtonpost.com/asset/581a43a5150000b700531547.jpeg?cache=nizz0fmonm&ops=1910_1000)

 

Depois de informar o orientador que não poderia assistir a uma palestra, por não ter com quem deixar o filho, um aluno acabou por deixar a criança com o professor, enquanto este dava outra aula!

 

Numa informação que não disponho, o educador acabou por adormecer apenas os alunos enquanto a criança só parou de chorar depois de a campaínha soar...

A educação e o Facebook partilham as mesmas publicações com erros estruturais...

 

Quando uma professora humilha publicamente uma aluna na internet, com respostas de um teste, convoca-se de imediato uma avaliação extracurricular viral e reprovadora!

 

HD Resposta num teste.jpg

(imagem https://i.ytimg.com/vi/UOhITFnb1NM/maxresdefault.jpg)

 

Depois da sua publicação de mau gosto, a professora foi bloqueada da sua conta no quadro docente duma escola secundária em Buenos Aires.

 

Apesar de a aluna ter passado com distinção no exame depressão, tem recebido o apoio e as cábulas dos colegas que não voltarão a ter aulas com esta stôra estupidificadora...