Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hetero Doméstico

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

Insólitos insuflados com humor gourmet contrafeito e outros pitéus domésticos

O conceito de música doce vai sofrer, hoje e aqui, uma variante circular e vai deixar a desejar a possibilidade de não querer manter o disco inteiro... por muito tempo!

  

HD Disco de chocolote toca música de verdade.jpg

  (imagem: http://m.cdn.blog.hu/cs/csokimania/image/csokilemez_1.jpg)

 

Uma chocolataria criou um vinyl feito de chocholate que reproduz música real e foi testado num gira discos bem besuntado, cuja agulha... não se queixou da qualidade do disco!

 

É uma ideia genial combinar duas paixões desta grandeza!
Todavia, assumo que será difícil manter o disco intacto na mesa de mistura... sem alguns cortes durante o taste check!!! 

O chef Ljubomir Stanisic também condenaria veementemente este ingrediente e alinharia as suas agulhas diretamente para mais uma queixa escandalosa a entregar na ASAE...

 

15967855-large.jpg

(imagem http://www.cornwalllive.com/images/localworld/ugc-images/276391/Article/images/30286924/15967855-large.jpg)

 

Duas clientes diferentes, separadas por 200 kms, encontraram agulhas no interior de feijões-verdes, provenientes da cadeia de supermercados Morrisons!!!

 

Ambas tiraram fotos como prova, uma enquanto cortava os vegetais e a outra quando já tinha feito a prova dos mesmos e instalado um piercing não esterilizado...

 

Cada vez mais vivemos em tempos de desconfiança e insegurança, em relação ao alimentos que consumimos e é tão fácil depararmo-nos com produtos sem qualidade como encontrarmos uma agulha num palheiro feijão-verde...

Felizmente tive a sorte de poder aprender a costurar desde pequeno. Nesta altura, o rol de insultos à minha virilidade já descolou de valores como educação e igualdade sexual.

 

Fazer bainhas a calças, coser meias e pregar botões são os únicos pontos que já somei. Talvez esteja a ser modesto, também me desenrasco bem no crochet e no bordado artesanal. Se isto faz de mim menos homem, então a transexualidade existe mesmo!

 

Detesto perder agulhas e já desenvolvi um esquema para as recuperar rapidamente. Costurar no sofá resolve todos os problemas. As agulhas ficam espetadas na almofada da minha namorada e, além disso, é a única forma de a ver gritar e saltar no sofá.

 

woman in a sofa.jpg